Arbitragem é motivo de preocupação do Corinthians no Mineirão

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

As últimas três partidas do Corinthians [vitória sobre o Vasco e empates com Racing-ARG e São Paulo] foram marcadas por discussões fortes em torno da arbitragem, o que incomodou o treinador Fábio Carille e deixou uma lição pendente para este domingo. Em visita ao Cruzeiro, além do foco em uma produção ofensiva melhor, Carille não quer que o tema entre novamente em campo. O jogo ocorre às 16h (de Brasília), no Mineirão.

Acostumado desde os tempos de Tite a ter equipes que idealmente não se envolvem no assunto arbitragem e procuram jogar concentradas nas quatro linhas, o Corinthians experimentou uma situação diferente nesses jogos recentes. O tema foi abordado por Carille com os atletas antes do clássico com o São Paulo, mas a busca por disciplina foi ferida pelo gesto ofensivo de Gabriel à torcida tricolor. Tudo o que a comissão técnica do clube não gosta de ver ocorrer.

Além de Gabriel, que vai a julgamento nesta semana no STJD por conta dos acenos a são-paulinos, o departamento jurídico do Corinthians trata sobre quatro corintianos que foram denunciados pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol: Rodriguinho, Walter, Marciel e Kazim, que correm riscos de suspensão em uma possível ida do clube à Copa Libertadores de 2018. Ainda há Maycon, que vai a julgamento no STJD por um pisão em Petros e também pode levar gancho.

"Estávamos muito preocupados com arbitragem", admitiu na última quarta-feira o volante Maycon, que embora seja jovem é um jogador reconhecido pela disciplina e tranquilidade. "Nosso time, desde o início do ano, não é assim. Estávamos muito focados anteriormente e agora tivemos erros que nos deixaram muito chateados e nos revoltamos com a arbitragem na Argentina, com coisas que ocorreram dentro do jogo", disse ainda o jovem.

A receita, já transmitida por Carille ao elenco, é de jogar com foco apenas nas quatro linhas. "É concentração no futebol e no jogo. Vamos deixar a arbitragem e o extracampo de fora, sem interferir no nosso trabalho", declarou o meio-campista, mantido na equipe que visita o Cruzeiro.

Ao longo da semana, o treinador testou alternativas no time, mas só deverá colocar algo em prática em caso de necessidades durante o jogo em Belo Horizonte. Pelo segundo jogo seguido, Carille repete aquela que considera a equipe ideal, com Gabriel e Jadson mantidos no time e com Marquinhos Gabriel e Clayson ainda na reserva. A exceção fica por conta do inesperado desfalque de Jô, que se lesionou em treino na quarta-feira.  

No planejamento da comissão técnica, depois de seis rodadas em que o Corinthians teve só duas vitórias e acumulou suas três primeiras vitórias no Brasileirão, foi definido um objetivo: nos próximos cinco jogos, o desempenho precisa melhorar e os resultados devem ser melhores.

A ideia de Carille é chegar à rodada 30 com os mesmos dez pontos de vantagem para o vice-líder, hoje o Santos. No caminho para o cumprimento dessa meta, são cinco confrontos: Cruzeiro (fora), Coritiba (casa), Bahia (fora), Grêmio (casa) e Botafogo (fora). E a mensagem foi clara ao grupo, que também precisa evitar as polêmicas e reclamações com arbitragem e adversários.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO x CORINTHIANS

Motivo: 26ª rodada do Brasileirão
Data/Hora: 01/10/2017, às 16h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques - PR (FIFA)
Assistentes: Bruno Boschilia - PR (FIFA) e Victor Hugo Imazu dos Santos - PR (CBF)

CRUZEIRO: Fábio, Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson (Lucas Romero), Thiago Neves, Alisson (Arrascaeta), Rafinha; Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes.

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Kazim. Técnico: Fábio Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos