Satisfeito, Mano vê empate justo, mas rechaça falar em chance de novo penta

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

O técnico Mano Menezes saiu satisfeito com o que viu no empate do Cruzeiro por 1 a 1 diante do Corinthians, nesta tarde de domingo. Em sua entrevista coletiva, o comandante celeste reconheceu que a igualdade refletiu bem o que aconteceu dentro de campo.

"O resultado foi justo pelo que as equipes jogaram. Saímos na frente, depois sofremos bastante. Aí não era questão física, mas tática. No segundo tempo, voltamos melhor e equilibramos mais, mas seria natural sofrer com o desgaste. Quando sofremos o gol, não estávamos sendo tão assediados pelo Corinthians. Mas tudo que aconteceu está dentro da normalidade, considerando o título e a decisão da quarta-feira. Jogamos contra o líder que ficou treinando a semana inteira. Os jogadores estão de parabéns. Tínhamos que passar por isso, acho que passamos bem", disse.

Se terminasse a partida vencedor, o Cruzeiro colaria no Palmeiras e só não tomaria o quarto lugar por causa do número de vitórias. Com o empate, o time celeste foi aos 41 pontos e permaneceu a 14 do Corinthians. Por isso, Mano sequer mostrou intenção em pensar em um eventual novo pentacampeonato, desta vez do Brasileirão. Para ele, a distância para o líder e virtual campeão impede que o clube trace metas para tentar levar a taça e admite que a briga do Cruzeiro é com o segundo, terceiro e quarto colocados.

" O Cruzeiro não tem que pensar no Corinthians, somos razoavelmente inteligentes aqui. Não vamos criar um objetivo quase não alcançável para terminar a temporada dizendo que não alcançamos essa meta. Vamos brigar com o segundo colocado para baixo. Os profissionais estão felizes e temos que aproveitar esse momento para terminar o Brasileiro bem", completou.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos