Pacaembu vira nova casa para SP achar "cara" e embalar de vez no Brasileiro

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Mais de 40 mil pessoas empurraram o São Paulo à vitória sobre o Sport no último domingo. O conforto do lar, no entanto, só retorna na última rodada diante do Bahia, em virtude do aluguel do Morumbi para shows. Sem a própria casa, o clube quer transformar o Pacaembu em algo semelhante para manter o embalo no Campeonato Brasileiro.

Fora da zona de rebaixamento após quase dois meses consecutivos, o time perde o fator local justamente na parte mais importante da competição. Nas últimas duas rodadas como mandante, o São Paulo saiu com quatro pontos de seis possíveis – empate contra o Corinthians (1 a 1), no qual dominou o rival e líder, e vitória sobre o Sport (1 a 0).

Os números crescem ainda mais se abranger todo o returno. Ao todo, o São Paulo soma oito dos 12 pontos conquistados nesta segunda parte da Série A dentro do Morumbi. A evolução como mandante, assim, se mostra fundamental para a equipe, enfim, respirar fora da zona da degola.

Nos próximos cinco jogos como mandante (Atlético-PR, Flamengo, Santos, Chapecoense e Botafogo, todos com campanhas melhores), o São Paulo terá o Pacaembu à disposição. Apesar de todas as diferenças, o elenco se mobiliza para transformar o estádio municipal em um "novo Morumbi".

Reprodução/Twitter @TeamSaoPaulo
Diante do Sport, por exemplo, mais de 43 mil pessoas estiveram no Morumbi

"O torcedor continuará nos apoiando. Será a nossa casa também. (...) Agora é dar sequência nos treinamentos para se adaptar o mais rápido possível no Pacaembu", destacou o meio-campista, aliviado por se despedir da casa própria com três pontos fundamentais.

"Era importante deixar o Morumbi com uma vitória, para a gente sair com uma situação de maior tranquilidade", acrescentou o camisa 15.

A evolução nos resultados serve como crescimento de confiança ao time. No Pacaembu, Dorival Junior quer ratificar a "cara do São Paulo". Diante da nova casa, o torcedor não deve testemunhar novidades no que depender do treinador – restam as lesões e suspensões não aparecerem.

"Temos que insistir no conjunto, pois nós oscilaremos ainda. É uma equipe que está sendo formada ao longo do campeonato. Faremos grandes jogos e jogos abaixo. O que não pode abaixar é o nosso nível de concentração", recomendou o treinador.

O primeiro compromisso no Pacaembu vai ocorrer somente no dia 14, data do duelo contra o Atlético-PR. Antes, o elenco do São Paulo viaja a Belo Horizonte para encarar o Atlético-MG, dia 11. Os jogadores se reapresentam a Dorival Junior somente na próxima quarta-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos