Rafael Sóbis marca, Cruzeiro vence o Grêmio e assume vice-liderança

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

No encontro dos 'Reis de Copa', melhor para o mais recente campeão da Copa do Brasil. O Cruzeiro venceu o Grêmio por 1 a 0, nesta quarta-feira (11) em Porto Alegre, e pulou para o segundo lugar na tabela do Brasileirão. O jogo, válido pela 27ª rodada, não foi bom. Mas dentro do ritmo pesado, o time de Belo Horizonte foi mais competente.

A vice-liderança do Cruzeiro é resultado dos dois jogos a mais em relação ao Santos – que iniciou a rodada logo abaixo do Corinthians. Ambos os times estão com 47 pontos, mas a equipe mineira leva vantagem nos critérios de desempate.

O Santos entra em campo nesta quinta-feira, às 17h (Brasília), diante da Ponte Preta em Campinas, e pode se isolar como segundo colocado.

Já o Grêmio estaciona nos 46 pontos e cai pelo menos uma posição. O Palmeiras, que recebe o Bahia na quinta-feira, pode ultrapassar o Tricolor e derrubar mais ainda a equipe gaúcha.

Os dois times entraram em campo pensando no futuro. O Grêmio com os olhos no dia 25 de outubro, quando joga a primeira partida da semifinal da Copa Libertadores, e o Cruzeiro já projetando a próxima temporada. Esse cenário influenciou no nível do jogo.

Quem decidiu: Thiago Neves

Em um jogo com pouca criatividade, o meia tirou da cartola um passe perfeito que deixou Rafael Sóbis na cara do gol. A rede balançou com finalização do camisa 7, mas foi por conta da assistência de Thiago Neves que acabou se tornando possível.

Quem foi mal: Marcelo Oliveira

Lateral esquerdo foi uma das três novidades na escalação do Grêmio – junto com Jean Pyerre e Arroyo, e não conseguiu jogar bem. Fora de ritmo, errou em posicionamento e contribuiu muito pouco ofensivamente. No lance do gol, também pecou.

Arthur, da seleção para o time titular

Reserva da seleção brasileira contra o Chile na terça e titular do Grêmio diante do Cruzeiro na quarta-feira. Arthur desembarcou em Porto Alegre no início da tarde e cumpriu o cronograma, foi incorporado e atuou no meio-campo do Tricolor. Foi quem mais procurou jogar no setor e aquele capaz de dar um pouco mais de lucidez em meio à atuação tão apática da equipe. No segundo tempo o camisa 29 tomou uma pancada no pé e saiu mais cedo.

Grêmio deixa má impressão

Se a partida era um teste, o Grêmio levou bomba. Com Jailson à frente da defesa e uma linha de quatro montada no meio – Fernandinho, Arthur, Jean Pyerre e Arroyo, o Tricolor até teve controle. Domínio territorial. Mas outra vez foi inócuo ofensivamente. Sem criar boas chances, sobreviveu na base da individualidade para gerar poucos sustos ao Cruzeiro.

No segundo tempo a atuação não melhorou e com 11 minutos Renato mudou. Tirou Jean Pyerre e Arroyo para botar Patrick e Everton. As trocas deram um pouco mais de contundência, mas não o suficiente para se transformar em gol. Pior do que isso: mais aberto, o Grêmio sofreu nas mãos de um Cruzeiro inteligente para explorar às costas da defesa.

Cruzeiro marca bem e decide na qualidade

O ritmo do Cruzeiro também não foi bom. Dono da primeira conclusão com mais perigo, o time visitante se viu envolvido em uma atuação lenta e com cara de pré-temporada. A falta de intensidade foi quebrada por momentos pontuais de Alisson.

A vitória se materializou no segundo tempo e explorando erros do Grêmio. Com espaço, Thiago Neves acionou Rafael Sóbis e o atacante marcou na saída de Grohe. Um gol forjado pelos buracos deixados pelo adversário e sustentado pela visão e técnica do Cruzeiro.

Renato abraça campanha e veste rosa

Lucas Uebel/Grêmio
Renato usou camisa lançada pelo Grêmio em virtude do Outubro Rosa

A camisa rosa, lançada pelo Grêmio em virtude da campanha Outubro Rosa, não agradou apenas aos torcedores. Renato Gaúcho também aderiu ao projeto e usou a peça recém lançada. Com pequenos detalhes em azul, a camisa comercializada apenas com modelo feminino pode ganhar versão masculina justamente pela boa recepção do público.

Mano vai à Arena e assiste jogo de camarote

Liberado para tratar um problema de saúde em São Paulo, Mano Menezes não comandou o Cruzeiro à beira do gramado pela segunda rodada – já havia desfalcado o time contra a Ponte Preta. Nesta quarta, contudo, o treinador foi ao estádio do Grêmio e assistiu a partida in loco. Nesta sexta-feira o técnico retorna a Belo Horizonte para conversar com a diretoria sobre renovação de contrato. O vínculo vai até dezembro e a nova cúpula quer a ampliação.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 X 1 CRUZEIRO

Data e hora: 11/10/2017 (quarta-feira), às 21h45 (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 9.217 pessoas (7.851 pagantes)
Renda: R$ 234.055,00
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Auxiliares: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Gol: Rafael Sóbis, aos 23 minutos do segundo tempo (CRU)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Jailson, Arthur (Beto da Silva), Fernandinho, Jean Pyerre (Patrick) e Michael Arroyo (Everton); Lucas Barrios
Técnico: Renato Gaúcho

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Digão, Manoel e Diogo Barbosa; Hudson, Henrique, Rafinha e Thiago Neves; Alisson (Rafael Marques) e Rafael Sóbis (Élber)
Técnico: Sidnei Lobo (auxiliar técnico)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos