Entrevista de Luxemburgo tem atrito com repórter, alívio e mágoa com Ricci

Do UOL, em São Paulo

Vanderlei Luxemburgo foi Vanderlei Luxemburgo após o Sport bater o Vitória por 2 a 1 e encerrar um jejum de mais de dois meses sem vencer no Campeonato Brasileiro. A entrevista coletiva do treinador no Barradão teve um pequeno atrito com uma jornalista, um alívio "impronunciável" e a mágoa com um árbitro que apitou o jogo da equipe há  três rodadas.

O motivo da irritação do treinador do time pernambucano foi com a forma como uma repórter o questionou sobre a intenção em permanecer no comando do Sport no ano que vem mesmo que o clube caia para a Série B.

"Disse que o se o Sport for por acaso para a segunda divisão eu quero estar. Mas em nenhum momento eu disse que iríamos", reclamou Luxemburgo, antes de baixar o tom de insatisfação e completar a resposta. "Sempre enxergo as coisas boas. Teremos mais dois jogos em casa e se ganharmos os dois a gente já encosta lá em cima de novo. Você me desculpa, mas é isso que quis falar para vocês".

Já quando perguntado sobre como ele estava enquanto a equipe viveu o jejum de nove jogos sem vitória no Brasileiro, o experiente técnico disparou: "como eu estava eu não posso falar". Em seguida, porém, Luxemburgo conseguiu responder a questão sem ter que usar esta provável palavra de baixo calão.

"Estava inconformado. Bastante chateado. E queria que minha indignação também estivesse nos jogadores. Não pode não conseguir ganhar nove jogos e fingir que está tudo bem. Isso não pode no futebol. Quis passar uma indignação, de se cobrar e também passar uma cobrança", explicou.

Ao relembrar a péssima sequência que derrubou o Sport da zona de classificação da Libertadores para a zona de rebaixamento do Brasileiro, Luxemburgo demonstrou mágoa com Sandro Meira Ricci. No dia 26 de setembro, no empate por 1 a 1 contra o Vasco em Recife, o árbitro expulsou Diego Souza logo aos 20 minutos do primeiro tempo.

O técnico rubro-negro não isentou o camisa 87 de culpa, mas disparou contra o juiz. "O Sandro Meira Ricci quer ser o dono do espetáculo. Sempre em jogo dele tem erro de interpretação por isso. O árbitro não pode ser protagonista. Tem que apitar. Os jogadores erram, mas os árbitros também se equivocam às vezes", concluiu.

Com o triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, o Sport saltou da 17ª para a 11ª colocação do Brasileirão, com 33 pontos. O próximo compromisso do time de Luxemburgo é domingo, contra o Atlético-MG, na Ilha do Retiro.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos