Grêmio joga a toalha pelo título do Brasileiro: "Quase impossível"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Rímoli/AGIF

O Grêmio não briga mais pelo título do Campeonato Brasileiro. Depois de perder para o Cruzeiro, nesta quarta-feira (11), o próprio Tricolor reconhece que a perseguição ao Corinthians se tornou quase impossível e abriu de vez que o foco é total na Libertadores. No Brasileirão a meta é garantir vaga direta ao torneio da próxima temporada.

Com a cabeça na semifinal da Libertadores, o Grêmio viu o Corinthians abrir 12 pontos com a vitória em cima do Coritiba, em São Paulo.

"Jogamos o Brasileiro para conseguir a melhor posição possível. Buscar o Corinthians ficou muito difícil", comentou Odorico Roman, vice de futebol do Grêmio.

O discurso é uníssono na Arena. Com um novo tropeço no returno e a proximidade com a partida diante do Barcelona de Guaiaquil, no Equador, a cabeça não está no Brasileiro. E ao mesmo tempo, Santos, Cruzeiro e até Palmeiras se aproximaram. Os dois primeiros já passaram o Grêmio e o terceiro ainda poderá ultrapassar no complemento da rodada.

"O objetivo maior do momento é conseguirmos uma vaga na Libertadores. Com a derrota e a vitória do Corinthians, fica quase impossível o título. Por isso não podemos tirar os olhos do Brasileiro, temos que buscar no mínimo uma vaga na Libertadores do ano que vem", disse Renato Gaúcho em entrevista coletiva.

No domingo, o Grêmio visita o Coritiba. Na quarta da semana que vem encara o Corinthians, em São Paulo, e depois recebe o Palmeiras. Aí, o Tricolor volta a campo pela Libertadores. Mas desde já admite: o título que pode chegar em 2017 não é de campeão do Brasileirão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos