São Paulo resolve no 1º tempo, vence Flamengo e fica a 4 pontos da degola

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

O torcedor do São Paulo viu a equipe mostrar, neste domingo (22), um futebol totalmente diferente do apresentado na derrota por 3 a 1 para o Fluminense na última quarta-feira. Com um ótimo primeiro tempo, o time tricolor fez dois gols nos primeiros 45 minutos com Pratto e Hernanes e venceu o Flamengo por 2 a 0 no Pacaembu. 

A vitória leva a equipe de Dorival Júnior aos 37 pontos, na 14ª posição e a quatro da zona de rebaixamento, enquanto os comandados de Reinaldo Rueda estacionam nos 46 pontos, na sexta colocação, após sofrerem a primeira derrota depois de dois triunfos seguidos.

O time tricolor volta a jogar no próximo sábado, quando recebe o Santos no Pacaembu, na 31ª rodada do Brasileirão. Já o time rubro-negro entra em campo na quarta-feira, dia do primeiro duelo das quartas de final da Sul-Americana contra o Fluminense, no Maracanã. Já no sábado, o Flamengo encara o Vasco, novamente no Maracanã, pelo Brasileiro.

O melhor: Jucilei

O camisa 25 voltou a ser escalado entre os titulares e entrou no time no lugar de Lucas Fernandes. O volante controlou o meio-campo, errou poucos passes e evitou as investidas do time carioca no ataque. O curioso é que pouco antes do jogo, a dúvida ainda era se Jucilei jogaria ou se Maicosuel entraria no time. Porém, o camisa 7 sentiu desconforto muscular uma hora antes do apito inicial e ficou impossibilitado de jogar.

O pior: Trauco

O lateral-esquerdo do Flamengo viu o segundo gol sair nas suas costas com a jogada pelo setor direito do time tricolor. Ele teve grandes dificuldades para segurar Cueva na criação do São Paulo e não evitou que o camisa 10 adversário criasse boas jogadas na partida.

Fazia tempo

Esta foi a primeira vez que o São Paulo abriu 2 a 0 no primeiro tempo no Campeonato Brasileiro. Além disso, a equipe tricolor não ganhava por dois gols de diferença desde que bateu o Vitória ainda na quinta rodada, dia 8 de junho. Naquela ocasião, Thomaz e Pratto garantiram o triunfo no Morumbi.

Dorival acerta nas mudanças

O técnico acertou nas mudanças promovidas entre os titulares. Foram duas. Ele deixou Lucas Fernandes no banco e promoveu a entrada de Jucilei no meio-campo, enquanto Júnior Tavares deu lugar a Edimar na lateral-esquerda. Além da boa atuação do volante, o lateral teve participação no primeiro gol do jogo.

São Paulo sobra no 1º tempo

Logo na primeira chegada do São Paulo ao ataque, aos 13 minutos, Edimar recebeu pela esquerda, limpou a marcação e cruzou rasteiro para a zaga afastar para escanteio. Na cobrança, Hernanes colocou na área, Edimar escorou de cabeça para trás, a bola esbarrou no braço de Pratto e foi para o gol. Os jogadores do Flamengo pediram o toque de mão, mas o árbitro Rafael Traci validou o lance.

O camisa 9 ainda ficou perto do segundo gol mais tarde, aos 28 minutos, quando recebeu passe de Cueva pela direita e chutou rasteiro cruzado, mas Diego Alves fez grande defesa. Já aos 39, os donos da casa precisaram de poucos toques na bola para fazer o segundo. Sidão cobrou tiro de meta longo. Militão desviou de cabeça, e a bola chegou para Cueva na direita. O camisa 10 levou até a linha de fundo e cruzou para Hernanes completar de cabeça para o gol.

Fim do jejum

Foram sete jogos sem que Hernanes balançasse as redes pelo São Paulo. O Profeta chegou a oito gols, recuperando a artilharia do time no Campeonato Brasileiro. Curiosamente, o tento saiu justamente quando o técnico Dorival Júnior voltou a escalá-lo mais adiantado, como armador. O último gol de Hernanes antes desse diante do Fla havia sido no duelo contra a Ponte Preta, na 23ª rodada.

Diego e Paquetá começam no banco

A expectativa era que Lucas Paquetá começasse no time para substituir Paolo Guerrero, fora por dores musculares. Porém, Rueda preferiu colocar Berrío e Geuvânio no setor ofensivo e deixar Paquetá e também Diego no banco de reservas. A escalação não deu certo no primeiro tempo, já que o clube rubro-negro até criou algumas chances, mas errou muitos passes e foi para o intervalo já perdendo por dois gols. A melhor oportunidade na primeira etapa veio com Everton, que recebeu belo passe de Éverton Ribeiro pela esquerda e bateu cruzado, mas Sidão defendeu.

Mas entram no 2º tempo

Na volta para o segundo tempo, Rueda colocou Paquetá no lugar de Geuvânio, e Diego entrou aos três minutos após Berrío sentir uma lesão no joelho esquerdo. Antes de se lesionar, o colombiano criou grande chance ao receber pela direita e bater para o gol. A bola bateu na trave, e Arboleda afastou o periogo para longe. Diferentemente do 1º tempo, os visitantes voltaram a atacar mais e pressionaram os donos da casa chegando ao ataque seguidas vezes. 

Sidão salva no fim

O time rubro-negro continuou pressionando até os minutos finais, e Sidão salvou o clube tricolor com duas defesas no fim. Aos 45, o goleiro pegou belo chute de Cuéllar. Pouco depois, aos 46, o camisa 12 espalmou cabeçada de Rhodolfo após cruzamento de Diego.

Estreia no São Paulo

A partida também marcou a estreia de Aderllan com a camisa do São Paulo. O zagueiro entrou já nos acréscimos no lugar de Militão. O defensor foi anunciado em 11 julho, mas ainda não tinha entrado em campo com as cores do time tricolor.

Replay do 1º turno

O curioso é que, no duelo entre os dois clubes no primeiro turno, os cariocas venceram por 2 a 0 também com dois gols na primeira etapa. Aquela partida marcou a estreia de Petros no clube paulista e também foi o último jogo de Rogério Ceni no comando do time tricolor antes de ser demitido.

Frustração rubro-negra

Como é usual nos jogos do São Paulo há anos, a venda de ingressos para as torcidas visitantes acontece somente no dia das partidas. Neste domingo, com o Flamengo, não foi diferente. O problema é que a procura foi muito grande e rapidamente as entradas para os rubro-negros esgotaram, deixando dezenas de flamenguistas frustrados nos arredores do Pacaembu. Em compensação, na zona mais nobre do estádio, alguns torcedores do clube carioca conseguiram entrar e assistir ao jogo pacificamente com os são-paulinos.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 2 X 0 FLAMENGO

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 22 de outubro de 2017, às 17h
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Luciano Roggenbaun (ambos do PR)
Público total: 32.915
Público pagante: 31.285
Renda: R$ 887.460,00
Gols: Lucas Pratto, aos 13min do 1º tempo; Hernanes, aos 39min do 1º tempo
Cartões amarelos: Sidão (São Paulo), Cuéllar (Flamengo)

SÃO PAULO: Sidão; Militão (Aderllan), Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Petros, Jucilei, Hernanes, Cueva (Gomez) e Marcos Guilherme (Denilson); Pratto
Técnico: Dorival Júnior

FLAMENGO: Diego Alves; Pará, Réver, Rhodolfo e Trauco; Willian Arão e Cuéllar; Geuvânio (Lucas Paquetá), Éverton Ribeiro e Everton (Gabriel); Berrío (Diego)
Técnico: Reinaldo Rueda 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos