Pressionado, Corinthians busca virada e revê cenário do 1º clássico de 2017

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

    Jô comemora gol marcado contra o Palmeiras em fevereiro: renascimento corintiano

    Jô comemora gol marcado contra o Palmeiras em fevereiro: renascimento corintiano

"No jogo de domingo a gente pode ter uma retomada." Essa declaração foi dada pelo técnico Fábio Carille a dois dias do clássico Corinthians e Palmeiras em Itaquera. Em baixa após uma série de maus resultados, o time alvinegro receberá o maior rival em busca de uma virada e dias mais estáveis. Diante desse cenário, o líder do Brasileirão tenta repetir o roteiro do primeiro dérbi da temporada.

Em fevereiro, o Corinthians, em xeque por causa de uma derrota para o Santo André 11 dias antes, recebeu o Palmeiras na Arena. Favorito e cheio de contratações, o time alviverde acabou derrotado com um gol nos minutos finais, marcado por Jô.

O triunfo, segundo o próprio Carille, marcou a virada corintiana na temporada. Confiante e embalado, o time conquistou o título do Paulistão e bateu recordes no primeiro turno do Campeonato Brasileiro - ao somar 47 pontos, o líder abriu vantagem sobre os rivais e sustentou, mesmo com resultados negativos, uma diferença de cinco pontos sobre o Palmeiras.

"Antes do primeiro clássico, falei na Arena. Vocês [jornalistas] até de uma forma desrespeitosa viam o Palmeiras como favorito, que ia golear. Disse que vejo clássico com 50% de chances para cada um. E penso isso para agora também", disse Carille na última sexta-feira.

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Carille orienta atletas em treino no CT

Renascimento de Jô

O primeiro dérbi no ano também acabou marcado pelo renascimento de Jô no Corinthians. O atacante, recém-chegado ao clube que o revelou, ainda era visto com desconfiança - diante do Santo André, o camisa 7 ainda perdeu um pênalti.

No jogo seguinte, diante do Novorizontino, Jô foi substituído por Kazim no segundo tempo. Contra o Audax, foi poupado e viu Kazim marcar o gol da vitória. Dessa forma, Carille optou por deixá-lo no banco de reservas como opção no clássico.

Dois minutos em campo bastaram para Jô balançar a rede de Fernando Prass após passe de Maycon. O gol marcado aos 42 minutos da etapa final garantiu o triunfo do Corinthians, que atuou com um atleta a menos durante os últimos 45 minutos - Gabriel foi expulso no fim da primeira etapa após um erro do árbitro Thiago Duarte Peixoto. Ele expulsou Gabriel por uma falta que não cometeu.

Quase nove meses depois, Jô é dono de 22 gols na temporada. Durante a fase instável do time no segundo turno, o atacante manteve a regularidade ao fazer quatro dos oito gols marcados pela equipe alvinegra.

Ainda sem Jadson

Naquele clássico, o Corinthians ainda não contava com o meio-campista Jadson. Anunciado como novo reforço do clube no dia 6 de fevereiro, o jogador só reestreou pelo clube no começo de março. Sem ele, Carille escalou Leo Jabá pelo lado direito do campo.

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Jadson e Clayson disputam posição no time titular do Corinthians no clássico

O Corinthians entrou em campo com Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Leo Jabá, Rodriguinho e Romero; Kazim. No segundo tempo, Carille ainda lançou o lateral esquerdo Moisés, o volante Paulo Roberto e o próprio Jô.

Depois de abrir 17 pontos de vantagem para o Palmeiras no Brasileirão, o Corinthians se vê pressionado após o maior rival diminuir a vantagem para cinco pontos. Nos últimos quatro jogos, o líder perdeu três vezes, com um empate sem gol com o Grêmio em Itaquera. 

Às vésperas de mais um clássico na temporada, Carille ressaltou a importância do confronto e citou até o bom retrospecto do time contra os rivais em 2017. No primeiro turno do Brasileirão, o Corinthians derrotou o Palmeiras por 2 a 0 em pleno Allianz Parque.

"Ganhar sempre é bom, imagine um clássico. Foram 12 clássicos no ano: seis vitórias, cinco empates e uma derrota. Sei como é a semana quando vence ou empata um jogo importante. Semana fica mais leve. No outro lado, fica ruim. Claro que te fortalece neste momento do campeonato. Você coloca três jogos no seu adversário", disse Carille.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos