Everton sai do banco, faz dois em 4 minutos e Grêmio vira sobre Flamengo

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Everton estava no banco e era pedido pela torcida. Os gritos foram ouvidos e o povo estava com a razão. Neste domingo (05), o Grêmio perdia para o Flamengo na Arena até a entrada do jovem atacante de 21 anos que, em quatro minutos, fez dois gols e virou o jogo, que terminou 3 a 1. 

Fernandinho foi opção de Renato Gaúcho, mas não estava bem. Tanto que acabou vaiado quando deixou o campo. Everton foi o substituto e resolveu o jogo. No primeiro gol, um toque sútil dentro da área após cruzamento. No segundo, entrou na área e bateu cruzado. Ainda houve tempo para Beto da Silva, que também veio da reserva, dar assistência para Luan definir o jogo. 
 
O Flamengo tropeçou nas falhas defensivas. Fazia boa partida até esbarrar nos próprios erros. Deu espaço a partir de um lance fortuito no primeiro gol sofrido e nem mesmo com as boas atuações de Everton e Everton Ribeiro, autor do gol, pôde fazer algo diferente. 
 
Com 54 pontos, o Grêmio segue entre os primeiros do Brasileiro. Agora ocupa o terceiro lugar. Na próxima rodada pega a Ponte Preta. Já o Flamengo parou com 47 na classificação e agora pega o Cruzeiro. Ambos os jogos serão na quarta-feira. 
 

Foi bem: Everton resolve o jogo

Ir bem pode ser fazer um gol, um lançamento, uma jogada, ou um pouco mais. No caso de Everton foi bem mais. Ele entrou no jogo aos 23 minutos do segundo tempo, no primeiro toque na bola, aos 24, empatou a partida. E na segunda jogada da qual participou, aos 27, virou o jogo para o Grêmio. 

Foi mal: Pará sofre com Everton 

Pará vinha fazendo boa partida até os momentos finais de partida. E mais decisivos. Foi quando Everton entrou e passou a ganhar todas disputas com o rival. Marcou dois gols e atrapalhou a tarde do ex-companheiro. 

A mão de Renato Gaúcho: Reservas decidem

Além dos dois gols de Everton, outro jogador que saiu do banco de reservas foi fundamental. Beto da Silva foi quem fez a jogada para o terceiro gol, de Luan, aos 37 minutos. O peruano entrou junto com Everton no time e também participou indiretamente do primeiro gol ao desviar a marcação. 

Rueda opta por Márcio Araújo

O técnico Reinaldo Rueda optou por Márcio Araújo, deixando Vinícius Júnior no banco de reservas. Sem uma série de jogadores, cujo principal nome é o meia Diego, o treinador flamenguista resolveu utilizar o atleta mais defensivo para conter o ímpeto ofensivo gremista. Deu certo e o centro de campo à frente de sua área esteve congestionado. Raros foram os momentos que o Grêmio entrou em sua característica, trocando passes.

Renato usa o que tem de melhor

A distância para final da Libertadores deu a Renato Gaúcho o direito de não preservar. Contra o Flamengo, o comandante usou o que tem de melhor. Apenas Marcelo Grohe, Bruno Cortez e Lucas Barrios não estiveram em campo. E contando com seus atletas mais qualificados, o Grêmio mandou no jogo. Não esteve acuado em momento algum e teve dificuldades apenas provocadas pela boa postura visitante. Luan, de fora da área, por pouco não abriu o placar aos 14 minutos. E a conclusão de longe mostrou o quanto estava difícil abrir a zaga flamenguista.

Muita marcação, pouca inspiração: Jogo tático, não técnico

Grêmio e Flamengo estiveram 'espelhados'. Ambos no 4-2-3-1 encaixaram marcações e os sistemas defensivos se impuseram aos ofensivos normalmente. Faltou inspiração individual. Um drible, um passe que quebrasse as linhas, algo que rompesse o posicionamento dos times. O Flamengo bem que tentou. Aos 34 minutos, trocou passes curtos de sua área até a do Grêmio com boas movimentações. Porém a batida de Everton Ribeiro foi para fora. Antes do fim, o Grêmio chegou a pressionar, mas sem grandes oportunidades de gol. 

Gol cedo muda segundo tempo

Se o primeiro tempo foi pautado por marcação, o segundo tempo mudou logo de cara. Tudo por conta de um gol do Flamengo. Com um minuto de jogo, a defesa do Grêmio falhou na marcação e Everton Ribeiro marcou. O Fla passou a atacar, e por pouco não marcou o segundo. Só que se empolgou demais. O Grêmio acabou virando a partir da entrada de Everton. 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 3 X 1 FLAMENGO


Data: 05/11/2017 (Domingo)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Marcelo Van Gasse e Tatiane dos Santos Camargo
Renda: R$ 628.494,00
Público: 19.973 (total)
Gols: Everton Ribeiro, do Flamengo, com 1 minuto de segundo tempo; Everton, do Grêmio, aos 24 e 27 minutos do segundo tempo; Luan, do Grêmio, aos 37 minutos do segundo tempo; 

GRÊMIO
Paulo Victor; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel, Arthur, Ramiro (Léo Moura), Luan e Fernandinho (Everton); Jael (Beto da Silva).
Técnico: Renato Gaúcho

FLAMENGO
Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rafael Vaz e Renê (Vinícius Júnior); Cuéllar (Lucas Paquetá), Márcio Araújo, Willian Arão (Geuvânio), Everton Ribeiro e Éverton; Felipe Vizeu.
Técnico: Reinaldo Rueda

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos