Palmeiras joga pressionado para não ver "foco no G-4" virar piada

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Alberto Valentim no clássico com o Corinthians; derrota atrapalhou planos do Palmeiras

    Alberto Valentim no clássico com o Corinthians; derrota atrapalhou planos do Palmeiras

Escudo contra a "autopressão" e piada com os rivais, o "foco no G-4" pode deixar de ser brincadeira nesta quarta-feira. Diante do Vitória, em Salvador, o Palmeiras precisa bastante dos três pontos para não ver a vaga direta na Libertadores de 2018 ameaçada.

A campanha foi criada pelos palmeirenses para que o clube não ficasse no foco como o principal perseguidor do Corinthians. A resposta passou a ser repetida por vários jogadores e virou um lema alviverde que dominou a internet nos dias em que o Palmeiras começou a se aproximar da ponta. Depois de tanto repetir, a campanha passou até a irritar os rivais. 

Agora, a equipe está na quarta colocação com 54 pontos, três à frente do Cruzeiro, o quinto. Como o time de Mano Menezes já foi campeão da Copa do Brasil, o próximo adversário direto pela vaga na fase de grupos da competição sul-americana é o Botafogo, que tem seis pontos a menos. Logo atrás vem o Flamengo, com sete pontos de distância.

O confronto com o Vitória é importante não só pelos três pontos, mas também porque os dois cariocas citados no parágrafo acima serão adversários do Alviverde até o fim do Brasileirão. O Flamengo, portanto, poderia diminuir a diferença para um ponto no próximo domingo, no encontro entre eles no Allianz Parque.

Com investimento de mais de R$ 100 milhões em contratações para 2017, a equipe sabe que ficar fora da zona que vai à Libertadores diretamente para a fase de grupos seria um desastre para a já frustrada temporada.

Para dificultar a missão, o Palmeiras não contará com três atacantes: Willian, lesionado, Deyverson, suspenso, e Borja, na seleção colombiana, não estarão em Salvador. Quando a bola rolar, a partir das 21h45, o time de Valentim terá Erik no comando de ataque ou uma aposta em jovens das categorias de base.

Além deles, Yerri Mina, que também está com a seleção colombiana, é desfalque certo. O time ainda pode ficar sem Jean, que tem estado fora dos últimos treinos por problemas físicos.

Em contrapartida, o Palmeiras quer aproveitar para enfrentar uma equipe que não consegue vencer dentro de casa desde agosto. Abrindo a zona de rebaixamento, o Vitória tem boa parte dos seus pontos conquistada no 2º turno atuando fora de Salvador. A confiança, no entanto, não está abalada, com direito até a provocação do presidente do time baiano.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X PALMEIRAS

Local:
Barradão, em Salvador (BA)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Data: 08 de novembro de 2017, quarta-feira
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva - PA (FIFA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves - PA (CBF) e Jose Ricardo Guimaraes Coimbra - PA (CBF)

VITÓRIA: Fernando Miguel, Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho (Geferson); Ramon, Uillian Correia e Yago; Patric (André Lima), Tréllez e David
Técnico: Vagner Mancini

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Dracena, Juninho e Egídio; Bruno Henrique, Tchê Tchê e Moisés; Dudu, Keno e Erik
Técnico: Alberto Valentim

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos