Grohe segura a Ponte, Grêmio vence fora e volta a ser vice-líder

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio venceu a Ponte Preta, nesta quarta-feira (8), no Moisés Lucarelli e é o novo velho vice-líder do Brasileirão. Com time misto, quase todo reserva, o Tricolor fez 1 a 0 em Campinas. Apesar do gol da vitória ter sido de Ramiro, o destaque do time gaúcho acabou sendo Marcelo Grohe. O goleiro fez ao menos três grandes defesas e se tornou vital para o resultado válido pela 33ª rodada.

A volta do Grêmio ao posto de segundo colocado se confirmou com os resultados paralelos no resto da noite. O Palmeiras perdeu para o Vitória fora de casa, por 3 a 1, e o Santos tomou a virada do Vasco, 2 a 1, na Vila Belmiro. Com isso, o Tricolor soma 57 pontos contra 56 e 54 da dupla paulista.

O Corinthians segue disparado na ponta com oito pontos de diferença. A distância foi garantida com a vitória do Timão em cima do Atlético-PR, em Curitiba.

A vitória do Grêmio em Campinas também foi ruim para a Ponte Preta. Com a derrota em casa, o time de Eduardo Baptista segue afundado na zona do rebaixamento. Tem 35 pontos e é 18º.

Marcelo Grohe fecha o gol

Um chute à queima roupa, salto perfeito em cobrança de falta e até reflexo suficiente para voltar e salvar em cima da linha uma bola fechada. Marcelo Grohe foi o nome do Grêmio em Campinas. E quando o goleiro não brilhou, teve sorte. Como nos lances de Léo Gamalho e Lucca, no finalzinho da partida no Moisés Lucarelli.

Fernando Bob dá entrada feia e toma vermelho com 19 minutos

A missão da Ponte Preta no jogo ficou mais difícil bem cedo. Fernando Bob deixou o pé e acertou Ramiro na altura da cintura. A entrada bisonha não deixou dúvida em Sandro Meira Ricci e o árbitro deu cartão vermelho direto ao volante.

Ramiro marca de cabeça

Ramiro foi decisivo de um jeito incomum para alguém com 1,68m. O volante, um dos três titulares escalados pelo Grêmio, apareceu na grande área e marcou de cabeça no início do segundo tempo. O detalhe no lance do gol: Ramiro estava bem distante da posição inicial, aberto pela direita, na hora da conclusão. Iniciativa para se tornar elemento surpresa.

Grêmio controla e marca com surpresa

O Grêmio misto, quase reserva por inteiro, não fez um bom jogo. Armado para esperar o desespero da Ponte, o Tricolor sofreu para ter profundidade. E depois da expulsão de Fernando Bob, assistiu o rival se fechar. Os volantes escalados tiraram criatividade e o time gaúcho sobreviveu com as corridas de Everton.

No segundo tempo a grande diferença do Grêmio foi a contundência. Logo com quatro minutos o ataque criou uma boa jogada. Jael lançou Léo Moura, ele foi na linha de fundo e cruzou. Ramiro pintou da segunda trave e cabeceou. De resto, o jogo do Tricolor não foi muito melhor. Pelo contrário, a defesa passou a sofrer pressão e se salvou pelas mãos de Marcelo Grohe.

Ponte Preta faz jogo pilhado

Pilhada pela necessidade de vencer em casa, a Ponte Preta desde o primeiro minuto procurou um jogo mais duro. Antes dos 20 minutos ficou com um a menos em reflexo dessa postura e se fechou. Retrancado atrás, o time mandante conseguiu criar a melhor chance do primeiro tempo. Em um escanteio fechado de Danilo que quase terminou em gol olímpico. Evitado pela trave esquerda.

Na etapa final, Eduardo Baptista não teve outra saída. Jogou a Ponte para frente e até conseguiu pressionar o Grêmio. Só que faltou pontaria. Léo Gamalho, Lucca, Sheik. Todos eles desperdiçaram boas oportunidades para buscar pelo menos um empate. E em mais de um momento, o ambiente de tensão pesou na hora do time decidir o que fazer com a bola.

Renato dá chance a Cristian e deixa Fernandinho no banco

A escalação surpreendeu em dois nomes. Com vários titulares preservados, Renato se permitiu testar. Armou o esquema 4-1-4-1 com Cristian à frente da zaga e Jailson mais adiantado. Ao lado de Michel. Ramiro e Everton jogaram abertos com Jael de referência. Mas a opção mais surpreendente foi, sem dúvida, a que diz respeito a Fernandinho. O camisa 21 ficou no banco.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0 X 1 GRÊMIO

Data e hora: 08/07/2017 (quarta-feira), às 19h30 (Brasília)
Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Neuza Ines Back (SC)
Cartões amarelos: Lucca (PON)
Cartão vermelho: Fernando Bob, Rodrigo, Elton, Danilo Barcelos (PON); Marcelo Oliveira, Fernandinho (GRE)
Gols: Ramiro, aos 4 minutos do segundo tempo (GRE)

PONTE PRETA: Aranha; Emerson, Rodrigo, Yago e Jeferson (Felipe Saraiva); Fernando Bob, Naldo (Léo Arthur), Elton (Léo Gamalho), Danilo Barcelos e Lucca; Emerson Sheik
Técnico: Eduardo Baptista

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Rafael Thyere, Bressan e Marcelo Oliveira; Cristian, Jailson (Fernandinho), Michel, Ramiro e Everton; Jael (Beto da Silva (Leonardo))
Técnico: Renato Gaúcho

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos