Milagres, falhas e lesões: goleiros se destacam em rodada do Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

  • Cleber Yamaguchi/AGIF

Corinthians isolado na liderança, briga por Copa Libertadores bastante acirrada e entra e sai de clubes na zona de rebaixamento. Mesmo com tantos fatores importantes, o que mais chamou a atenção foram os goleiros, protagonistas de lances capitais em praticamente todos os sete jogos desta quarta-feira (8) na 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Walter brilha e se machuca

Substituto de Cássio, que está com a seleção brasileira, Walter foi um dos grandes destaques positivos do Corinthians, que venceu o Atlético-PR por 1 a 0 em plena Arena da Baixada. Aos 32 minutos da primeira etapa, o goleiro, que fez seu primeiro jogo em 2017, defendeu um pênalti cobrado por Nikão, quando a partida ainda estava zerada. No entanto, o jogo não terminou das formas mais felizes para o camisa 27 alvinegro. Após cobrar um tiro de meta, o goleiro sentiu a virilha e teve que ser imediatamente substituído pelo reserva Caíque França.

Choro após estreia

Situação semelhante ocorreu na Vila Belmiro. Gabriel Félix fazia a sua estreia como profissional no Vasco, quando sentiu dores na perna esquerda aos 10 minutos do segundo tempo. Sem condições de atuar, o jovem de 21 anos deixou o gramado aos prantos, dando lugar para Jordi. Logo após sua saída, o Santos abriu o placar, mas depois tomou a virada da equipe cruzmaltina, que venceu a partida por 2 a 1.

Vanderlei vacila

E foi justamente nesta partida que um dos melhores goleiros do torneio acabou falhando. Um pouco adiantado, Vanderlei não conseguiu evitar o golaço de fora da área marcado por Evander, aos 40 minutos da etapa final. O goleiro até tocou na bola, mas não com força suficiente para evitar o então empate da equipe carioca.

Grohe salva

Com a derrota, o Santos cedeu a segunda colocação do Brasileiro para o Grêmio, que chegou aos 57 pontos ao vencer a Ponte Preta. Em grande parte, o triunfo foi alcançado por três excelentes defesas feitas por Marcelo Grohe. O goleiro da equipe visitante evitou um gol em um chute à queima-roupa, deu um salto perfeito em cobrança de falta e mostrou reflexo suficiente para voltar e salvar em cima da linha uma bola fechada.

Magrão faz lambança

Enquanto uns goleiros tiveram noites felizes, outros não conseguiram dormir com tanta facilidade. A torcida do Sport chegou até a abrir bandeirão para Magrão na Ilha do Retiro, mas o goleiro acabou não correspondendo e fez uma lambança no primeiro gol da vitória do Botafogo por 2 a 1. Aos 14 minutos do primeiro tempo, o camisa 1 recebeu uma bola recuada, não conseguiu ajeitar com a pressão aplicada por Bruno Silva e tentou tocar para Durval. No entanto, o passe foi fraco e bola sobrou limpa para o atleta do time alvinegro abrir o placar.

Fábio ousa e toma bronca

A ousadia do goleiro do Sport não deu certo, mas Fábio teve um pouco mais de sucesso. Após recuo, o camisa 1 do Cruzeiro deu um corte em Felipe Vizeu. O técnico Mano Menezes não gostou muito e acabou dando uma bronca no goleiro na beira do campo da Ilha do Urubu. Mesmo com o bonito lance, Fábio não conseguiu evitar a derrota de 2 a 0 do Cruzeiro para o Flamengo.

Jean mostra lentidão

Quem respirou aliviado também na quarta-feira foi Jean, na vitória do Bahia sobre o Avaí. Após cobrança de falta de Marquinhos, o goleiro chegou atrasado e não conseguiu espalmar o chute do meia. Apesar da falha aos 16 minutos do primeiro tempo, o clube de Salvador conseguiu virar o jogo em plena Ressacada e entrou de vez na briga por vaga na Copa Libertadores de 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos