Com Atlético-MG definido, Oswaldo vai chegar a 18 titulares em dez jogos

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Uma das marcas de Oswaldo de Oliveira neste começo de trabalho no Atlético-MG é a manutenção da equipe. O treinador evita ao máximo fazer mudanças de uma rodada para outra. Tanto que neste domingo, contra o Bahia, o técnico vai fazer a sua 10ª partida no comando do Galo e o número de jogadores utilizados como titulares vai chegar a 18.

Conta que só é possível pelo fato de Oswaldo adiantar que a equipe que vai iniciar a partida, neste domingo, às 18h (horário de Brasília), na Fonte Nova, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, já está definida. Sem poder contar com quatro titulares, o treinador atleticano já tem os substitutos definidos.

Os zagueiro Leonardo Silva, o volante Adilson e o atacante Fred estão suspensos. Todos foram amarelados no triunfo por 3 a 2 sobre o Atlético-GO e não podem enfrentar o Bahia. Felipe Santana, Yago e Rafael Moura vão entrar no time, como já adiantou o técnico do Galo. Gabriel sofreu um choque no triunfo sobre o Atlético-GO e foi vetado pelo departamento médico.

"Já está tudo definido. Não vou ter problemas com isso. Tenho o Otero de volta. Deve jogar o Yago no lugar do Adilson. O Blanco vem muito tempo parado. Felipe Santana no lugar do Leonardo Silva. No lugar do Fred é o Rafael Moura", disse Oswaldo de Oliveira, citando o retorno de Otero, que estava suspenso e não enfrentou o lanterna do Brasileirão.

Na soma das primeiras nove partidas no comando do Galo, Oswaldo de Oliveira teve apenas 15 jogadores como titulares. Victor, Marcos Rocha, Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel, Felipe Santana, Fábio Santos, Adilson, Elias, Roger Bernardo, Valdívia, Cazares, Otero, Robinho e Fred foram os atletas que iniciaram os jogadores do Galo desde a última troca no comando técnico.

A lista que tem 15 jogadores vai receber mais dois, como adiantou Oswaldo de Oliveira. O volante Yago e o atacante Rafael Moura ainda não foram titulares com o treinador, embora já tenham atuado com ele. Inclusive, Yago entrou na partida com o Atlético-GO e foi elogiado pelo treinador mais uma vez, assim como aconteceu no clássico com o Cruzeiro.

"O Yago entrou e deu mais estabilidade. Conseguimos ficar mais com a bola".

Dias de muito repouso e poucos treinos

Santos, Atlético-GO, Bahia, Vasco e Coritiba. Cinco partidas num intervalo de duas semanas. Esse o momento do calendário atleticano, que já enfrentou os dois primeiros times citados e neste domingo tem o Bahia pela frente. Com tantas partidas em tão pouco tempo, os jogadores que estão atuando bastante vão treinar pouco.

Oswaldo de Oliveira já adiantou que até o confronto com o Coritiba, vão ser dias de muito repouso e poucos treinos para os titulares. "Nesses intervalos, a preocupação maior tem que ser recuperação. O Bahia terá uma vantagem de um dia. Vamos preparar treinamentos para alguns jogadores. Agora é perna para cima, água gelada e vamos para o jogo", completou o treinador atleticano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos