Kazim desencanta, Corinthians vence o Avaí e pode ser campeão na quarta

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo (SP)

O hepta brasileiro do Corinthians nunca esteve tão perto. Neste sábado, o time alvinegro venceu o Avaí por 1 a 0 diante de mais de 43 mil torcedores em Itaquera. Kazim desencantou, marcou o gol da vitória e fez a equipe alvinegra colocar uma das mãos na taça. 

Com isso, o líder pode garantir o título já na próxima quarta-feira, novamente em casa, diante do Fluminense. A equipe do técnico Fábio Carille precisa vencer os cariocas e torcer para apenas um tropeço do Grêmio nas próximas duas partidas.

O terceiro triunfo seguido no Campeonato Brasileiro fez o Corinthians alcançar os 68 pontos na tabela a quatro rodadas do término da competição. A vantagem sobre o segundo colocado, o Grêmio, é de 11 pontos. O time gaúcho pode diminuir a distância neste domingo contra o Vitória, em Caxias do Sul - na quarta, recebe o São Paulo em Porto Alegre. 

O Corinthians, agora, enfrentará o Fluminense na próxima quarta-feira, às 21h45, novamente em Itaquera. O Avaí, por sua vez, vai a Belo Horizonte medir forças com o Cruzeiro no mesmo dia. O duelo começará às 19h30.

O melhor: Romero

Daniel Vorley/AGIF

O camisa 11 corintiano mostrou mais uma vez que vive a melhor fase no Corinthians. Incansável na marcação, Romero se tornou uma das melhores opções do time para o ataque, sempre aberto à direita. 

O pior: Rodriguinho 

O meio-campista errou passes fáceis na intermediária e na entrada da área. Lento e preso à marcação, Rodriguinho não deu ritmo ao Corinthians o ritmo necessário para furar a defesa do Avaí com mais facilidade. O meia foi substituído por Maycon aos 22 minutos do segundo tempo.

Lentidão no início

O Corinthians não mostrou a mesma intensidade do último jogo diante dos seus torcedores. Ao contrário do que aconteceu contra o Palmeiras, o time alvinegro trocou passes lentos na intermediária nos primeiros minutos do confronto. Já o Avaí veio com a proposta de marcar com todos os atletas atrás da linha da bola e buscar o ataque pelo lado esquerdo.

Romero finaliza e assusta


Com dificuldades, o Corinthians só conseguiu assustar o Avaí depois de 14 minutos jogados. Depois de um passe de Kazim, Romero bateu cruzado e viu a bola desviar na zaga. Douglas, com reflexo, recuperou-se no lance e defendeu com os pés.

Kazim repete a dose 

Daniel Vorley/AGIF

Aos 30, o Corinthians voltou a concluir a gol. Kazim roubou a bola na lateral esquerda, avançou e, mesmo com opção de Clayson pelo lado, arriscou um chute rasteiro da entrada da área. A bola passou rente à trave.

Douglas evita golaço de Camacho

A melhor chance corintiana no primeiro tempo ocorreu já nos minutos finais, com o volante Camacho. O atleta pegou o rebote de uma bola afastada pela zaga do Avaí, matou no peito e emendou para o gol. Douglas, bem colocado, espalmou para escanteio.

Corinthians volta com Jadson

O técnico Fábio Carille fez uma mudança bastante ofensiva no intervalo. O comandante corintiano colocou o meia Jadson no lugar do volante Camacho. O Corinthians, então, passou a contar com dois meio-campistas, mais dois jogadores abertos. Gabriel foi mantido à frente da zaga.

Kazim desencanta


O atacante turco voltou às redes depois de quase nove meses. Para desencantar, Kazim contou com um cruzamento certeiro de Arana e se antecipou ao zagueiro do Avaí para tocar de peito e vencer o goleiro Douglas. O reserva, que atuou na vaga do suspenso Jô, fez o primeiro gol em Itaquera e encerrou um jejum de 23 jogos sem marcar - o último gol tinha siso marcado no dia 18 de fevereiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Audax, no Paulistão.

Corinthians cozinha o jogo

Com um 1 a 0 no placar, o líder do Brasleirão se limitou a tocar a bola no meio-campo para deixar o tempo passar. O Avaí, sem força ofensiva, só conseguiu assustar o time da casa nas bolas alçadas na área.

Conta corintiana

Com 11 pontos de vantagem sobre o Grêmio, o Corinthians agora aguarda o resultado do confronto dos gaúchos com o Vitória. Se ocorrer um empate, o líder do Brasileirão joga por uma vitória simples sobre o Fluminense para ser campeão com três rodadas para o fim do campeonato.

Apenas um goleiro no banco


O Corinthians teve um problema para resolver neste sábado. Depois de perder Cássio para a seleção brasileira e Walter por lesão, o time alvinegro enfrentou o Avaí como apenas um goleiro no banco de reservas, o jovem Filipe, de 19 anos. O segundo reserva do time, Matheus Vidotto, acabou cortado por indisciplina horas antes do jogo. Caique, no segundo jogo oficial como titular, foi pouco acionado nos 90 minutos.

Três vitórias seguidas novamente

O time de Carille não vencia três partidas em sequência desde a 12ª rodada, quando derrotou o Palmeiras por 2 a 0 no Allianz Parque - antes, havia superado Botafogo e Ponte Preta em Itaquera. Agora, o líder emendou triunfos contra Palmeiras, Atlético-PR e Avaí.

Desfalque na zaga

O Corinthians terá um importante desfalque para o duelo com o Fluminense. O zagueiro Balbuena recebeu um cartão amarelo no último minuto do primeiro tempo e está suspenso da partida. Com isso, Pedro Henrique deve ganhar nova chance na equipe alvinegra.

É campeão?

A cinco pontos de garantir matematicamente o título brasileiro, sem depender de qualquer resultado, o Corinthians viu a torcida já comemorar o heptacampeonato nacional neste sábado. Nos acréscimos do jogo, grande parte do público gritou "é campeão" para celebrar o triunfo por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 AVAÍ

Data: 11 de novembro de 2017, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (34ª rodada)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Público: 42.732 pagantes (total: 43.013)
Renda: R$ 2.739.920,09
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Hélcio Araujo Neves e José Ricardo Coimbra (ambos do PA)
Cartões amarelos: Balbuena, Kazim e Romero (Corinthians); Junior Dutra, Judson e Maurinho (Avaí)

Gol: Kazim, aos quatro minutos do segundo tempo.

CORINTHIANS: Caique; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel e Camacho (Jadson); Romero, Rodriguinho (Maycon) e Clayson (Marquinhos Gabriel); Kazim. Técnico: Fábio Carille.

AVAÍ: Douglas; Maicon, Alemão, Betão e João Paulo; Judson (Caio César), Simião e Marquinhos; Luanzinho (Maurinho), Rômulo e Junior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos