Revelado no Botafogo, técnico do Atlético-PR reencontra time da infância

Bernardo Gentile e Napoleão de Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Revelado no Botafogo, Fabiano Sores reencontra neste sábado seu time de infância

    Revelado no Botafogo, Fabiano Sores reencontra neste sábado seu time de infância

Revelado no Botafogo em 1987, Fabiano Soares, atual técnico do Atlético Paranaense, reencontrará o primeiro clube da carreira neste sábado, ás 17h (horário de Brasília), no Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro. A partida reserva sentimentos diferentes para o treinador. O Alvinegro era o time da infância do comandante rubro-negro.

Com 20 anos, Fabiano prestou vestibular para cursar Educação Física. A aprovação de uma das faculdades, no entanto, não rendeu a felicidade esperada e a família foi procurar entender o motivo. E descobriram. O sonho do jovem botafoguense era ser jogador de futebol.

Mesmo aprovado para cursar Educação Física, Fabiano Soares trancou a matrícula e se arriscou no futebol. Foi aprovado justamente no Botafogo, onde atuou pelos profissionais em duas passagens: em 1987, seu primeiro ano como jogador, e entre 2001 e 2002, quando retornou da Espanha por empréstimo.

A vida profissional de Fabiano, no entanto, foi construída na Espanha. Foram 12 anos entre Celta de Vigo e Compostela, clube pelo qual jogou 9 anos e é um dos principais jogadores da história – é quem mais atuou com a camisa do clube da Galícia na elite espanhola, com 146 jogos.

E foi na própria Espanha que deu início à carreira de técnico de futebol. Começou no próprio Compostela e, depois, migrou para Portugal. Os anos entre Brasil e Península Ibérica deixaram o vocabulário de Fabiano inusitado aos ouvidos dos brasileiros. Um exemplo disso é a palavra utilizada pelo treinador para se referir ao adversário: "contrário". Por várias vezes ele mistura palavras nesses idiomas.

Pelo Botafogo, time da infância, foram 24 jogos no Brasileirão de 2001, justamente o ano da conquista nacional do Atlético, clube atual. Fabiano, inclusive, esteve em campo pelo Alvinegro diante do Furacão de Kléberson, Kléber e Alex Mineiro, na derrota carioca por 3 a 1 em jogo no Maracanã.

Após 15 anos, voltou ao Brasil e acertou com o Atlético. Ele foi uma sugestão de Paulo Autuori, campeão brasileiro pelo Botafogo em 1995 e também com ligação forte com o clube. Fabiano Soares, evidentemente, é um profissional do esporte e o clube do coração, hoje, fica em segundo plano. Mas o carinho pelo time de infância persiste e é passado por gerações. Ele tem duas filhas e ambas vestem a camisa do Alvinegro em perfis de familiares nas redes sociais.

BOTAFOGO X ATLÉTICO-PR

Data: 11 de Novembro de 2017, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Motivo: 34ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Anderson Daronco (FIFA/RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves - RS (CBF) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior - RS (CBF)
 

BOTAFOGO:
Gatito Fernandez; Arnaldo, Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Rodrigo Pimpão; Marcos Vinícius e Brenner.
Técnico: Jair Ventura.

ATLÉTICO-PR:
Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Fabrício; Esteban Pavez, Lucho González e Guilherme; Lucas Fernandes, Douglas Coutinho e Ribamar.
Técnico: Fabiano Soares.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos