Atlético-GO bate Sport em casa e segue vivo na luta contra o rebaixamento

Do UOL, em São Paulo

O Atlético-GO ainda respira na luta contra o rebaixamento para a Série B. O time goiano venceu o Sport por 2 a 0 neste domingo (12), no Olímpico de Goiânia, e mantém chances matemáticas de escapar da queda no Campeonato Brasileiro. Diego Rosa anotou os dois gols da vitória.

Com o resultado, o Atlético chegou a 30 pontos na tabela – nove pontos atrás do Vitória, primeiro time fora da zona do descenso –, mas se mantém na lanterna. Já o Sport, com 36, permanece na 17ª colocação e também tem situação complicada contra a queda.

Na próxima quinta-feira (16), o Atlético-GO visita o Botafogo no estádio Nilton Santos para tentar se manter vivo na disputa. No mesmo dia, o Sport enfrenta o Palmeiras no Allianz Parque.

Herói: Diego Rosa

Em meio à turbulência e processo de reformulação no Atlético-GO para a próxima temporada, Diego Rosa mostrou que pode ser o substituto de Walter, fora dos planos da diretoria do clube. O atacante foi o autor dos dois gols da vitória e manteve viva a possibilidade de permanência do time goiano na Séria A.

Erro define placar no 1º tempo

O primeiro tempo fez jus à situação delicada que os dois times enfrentam na tabela. Não fosse uma falha individual na defesa do Sport e a etapa inicial provavelmente terminaria sem gol. O time pernambucano controlava a posse de bola, mas esbarrava na falta de criatividade dos homens de ataque. O Atlético-GO, por sua vez, também tinha dificuldade na criação de jogadas e só se aproximava da meta de Magrão com cruzamentos em lances de bola parada.

Quando a primeira etapa parecia se encaminhar para o intervalo com o zero no placar, aos 41 minutos, o atacante Diego Rosa aproveitou passe errado de Patrick no campo de defesa e saiu cara a cara com o goleiro para marcar. Embalado após o gol, o Atlético-GO esboçou uma pressão nos minutos finais e chegou mais duas vezes com perigo.

Atlético mata o jogo no contra-ataque

Em desvantagem no placar e precisando reverter o resultado, o Sport se lançou ao ataque com mais ímpeto no segundo tempo. Daniel Paulista promoveu a entrada de Marquinhos depois do intervalo e quase viu a equipe igualar o resultado logo no início da etapa final em boa cabeçada do atacante, defendida por Klever.

Lançando-se ao ataque, o time pernambucano cedeu espaços ao adversário e, aos 30 minutos, viu o Diego Rosa receber bom passe de Marcão, driblar o goleiro e definir o resultado.

Jejum que acaba...

O Atlético voltou a vencer após exatamente três meses diante da própria torcida. A última vez que o time goiano havia vencido em casa foi no dia 12 de agosto, quando superou o Coritiba também pelo placar de 1 a 0 na primeira rodada do segundo turno. Desde então, a equipe só havia conquistado os três pontos como visitante (contra Corinthians, Ponte Preta e Avaí).

... Jejum que segue

Já o Sport viu a sequência negativa no Brasileirão aumentar. A equipe chegou ao sétimo jogo consecutivo sem vencer (quatro derrotas e três empates). O último triunfo aconteceu diante do Vitória, no dia 12 de outubro, pela 27ª rodada.  

Missão impossível?

Mesmo com a vitória, o Atlético-GO segue em maus lençóis na luta contra o rebaixamento. Para escapar da queda para a Série B, o time precisa contar com uma série de tropeços dos adversários diretos da parte de baixo da tabela. Se vencer todos os jogos até o final do campeonato, a equipe comandada por João Paulo Sanches chegará a 42 pontos. O Vitória e Coritiba, primeiro time fora da zona de descenso, já soma 39.

O nome da esperança

Visando a reabilitação na próxima rodada do Brasileirão, o Sport vive a expectativa de contar com Diego Souza diante do Palmeiras. O meia está com a seleção brasileira e foi utilizado por Tite no amistoso contra o Japão, na sexta-feira (10). Na próxima terça (14), o jogador pode ser utilizado mais uma vez contra a Inglaterra.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 2 X 0 SPORT

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)
Data: 12 de novembro de 2017
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Cartões amarelos: Néris, Samuel Xavier, Osvaldo (Sport)
Gols: Diego Rosa, aos 41 minutos do 1º tempo e aos 30 minutos do 2º tempo

ATLÉTICO-GO: Kléver; Marcão Silva, William Alves, Gilvan (Eduardo Bauermann) e Breno Lopes; André Castro; Igor, Ronaldo, Andrigo (Jefferson Nem) e Jorginho (Silva); Diego Rosa. Técnico: João Paulo Sanches

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Néris (Igor) e Sander; Anselmo (Marquinhos) e Rithely; Patrick, Osvaldo e Rogério (Lenis); André. Técnico: Daniel Paulista

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos