Presidente do Corinthians diz que é 'impossível' Cássio jogar decisão

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

A presença em campo de Cássio na partida que pode dar o hepta brasileiro ao Corinthians é tratada como algo impossível pelo presidente do clube, Roberto de Andrade. Após a vitória corintiana por 1 a 0 sobre o Avaí em Itaquera neste sábado à noite, o dirigente descartou a participação do goleiro na decisão.

"Nós estamos vendo porque ele talvez consiga sair de lá [na quarta-feira de manhã]. Para o jogo é impossível, para que ele jogue, não. Estamos vendo de trazer com um pouquinho de antecedência para que ele acompanhe o jogo conosco, para estar junto conosco. Mas, para jogar, não. Para jogar não dá. Não tem como", disse o dirigente.

O Corinthians tenta viabilizar a chegada do goleiro titular a São Paulo na quarta-feira por volta das 18h, cerca de três horas antes da partida contra o Fluminense. Cássio estará com a seleção brasileira no amistoso contra a Inglaterra, em Londres, na terça-feira.

"[Ele chegaria] na quarta tipo seis [da tarde], seis e pouco. Aí viria para a Arena para assistir ao jogo. Não tem como fazer dez, 12 horas de voo e ir para uma partida. Não tem sentido', explicou Roberto.

Se Cássio ficar mesmo fora do confronto, o Corinthians contará novamente com Caique França na meta. O goleiro de 22 anos foi titular no triunfo sobre o Avaí. Carille teria o jovem Filipe, de 19 anos, como opção no banco de reservas.

Matheus Vidotto, substituto natural de Caique, foi afastado da partida contra o time catarinense neste sábado horas antes do duelo. A presença dele no jogo de quarta-feira é uma incógnita.

O Corinthians não pode contar também com Walter, que sofreu uma grave lesão na vitória corintiana sobre o Atlético-PR. O goleiro voltará aos gramados somente na temporada 2018.

Depois do problema com o reserva de Cássio, o clube tentou a liberação de Cássio, mas não teve êxito. Segundo a CBF, não seria justo com os outros clubes que essa liberação fosse permitida, uma vez que equipes como o Sport e o Flamengo também estão desfalcadas com as ausências de Diego Souza e Diego Ribas, respectivamente.

O time alvinegro pode garantir o título contra o Fluminense. Para isso, será preciso vencer o time carioca e torcer para o Grêmio empatar um dos seus dois próximos jogos: o Vitória, neste domingo, em Caxias do Sul, e o São Paulo, na próxima quarta-feira, em Porto Alegre.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos