Gol e reestreia após dois anos e meio: Judivan tem noite mágica no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Apesar do empate por 2 a 2, o resultado da partida acabou ficando em segundo plano para Judivan, atacante do Cruzeiro. Diante do Avai, nesta noite de quarta-feira, o garoto de 22 anos voltou a jogar após dois anos e cinco meses se recuperando de uma grave lesão no joelho. Com poucos minutos, Judivan não só participou do lance que gerou o pênalti para o Cruzeiro, como também marcou converteu a cobrança e teve motivos de sobra para comemorar.

"Só sei que foi bem rápido. Meu primeiro lance, consegui roubar a bola do zagueiro, fui mais rápido que ele e acabamos sofrendo o pênalti. Alegria imensa poder estar voltando e marcando. Tomamos o gol no final, mas temos bastante motivo para comemorar", comemorou.

Desde sua entrada em campo até o gol marcado, tudo aconteceu realmente muito rápido. Aos 29 minutos do segundo tempo, Judivan substituiu Diogo Barbosa. No minuto seguinte, roubou a bola na grande área e o companheiro Robinho sofreu o pênalti de Douglas logo em seguida. Já aos 33, Judivan foi para a cobrança e balançou as redes.

O drama de Judivan começou em 2015, quando defendia a Seleção Brasileira sub-20. Durante o mundial da categoria, o atacante sofreu uma forte entrada do uruguaio Maurício Lemos. Desde então, o cruzeirense passou pela mesa de cirurgia por várias vezes. Nos últimos dias, o atacante recebeu uma mensagem de apoio justamente do defensor uruguaio, divulgado no Twitter oficial do Cruzeiro.

"Assim que recebi o vídeo, fiquei até surpreso, porque desde que havia acontecido o lance, ele não tinha se desculpado. Fiquei feliz, emocionado quando vi, por saber que ele se arrependeu. Agora eu vou seguir a minha vida e espero que ele possa seguir a dele normalmente", finalizou o atacante celeste.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos