Vice, prêmios e efetivação: o que o Palmeiras põe em jogo contra o Avaí

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Antônio Cícero/PhotoPress/Estadão Conteúdo

    Jogadores do Palmeiras pedem aplausos para Deyverson após ele marcar gol

    Jogadores do Palmeiras pedem aplausos para Deyverson após ele marcar gol

Com a vaga na fase de grupos da Libertadores de 2018 garantido, o Palmeiras entra em campo nesta segunda-feira (20), contra o Avaí, na contagem regressiva para o fim de sua temporada. Os três jogos que ainda tem pela frente podem não valer classificação para o clube, mas serão decisivos para metas individuais, dinheiro extra e até um respiro para o próximo ano.

Alberto Valentim, por exemplo, já sabe que a diretoria analisa os nomes de Abel Braga e Roger Machado, mas ainda nutre esperança em ser escolhido para continuar à frente do time na próxima temporada.

Ir bem contra Avaí, Botafogo e Atlético-PR pode significar que a equipe conseguiu se adaptar às mudanças propostas pelo interino, especialmente na linha de marcação alta, começando no meio-campo, e com o sistema defensivo mais posicionado do que perseguidor.

Os jogos que restam também podem deixar uma boa impressão para o começo do próximo ano. É o caso de Mayke, Keno, Borja, Deyverson e outros que oscilaram muito na atual temporada. Com a chegada da janela de transferências, os atletas perceberam que o Palmeiras terá o apoio de sua parceira para ir atrás de suas necessidades sem dificuldades financeiras.

Ainda no aspecto do dinheiro, os palmeirenses sabem que poderão ganhar mais por conseguir o vice-campeonato. A diferença do prêmio pago pela CBF entre a 4ª e a 2ª colocação chega a quase R$ 6 milhões.

No campo individual, jogadores aproveitarão as três partidas para aumentar seus números e recordes. Dudu, por exemplo, luta para subir cada na lista de artilheiros. Ele já está entre os três maiores goleadores do século e é o que mais balançou as redes dos adversários na Era dos Pontos Corridos.

O camisa 7 e capitão ainda sonha em ganhar o prêmio Bola de Prata como o melhor do torneio. Após a última rodada, ele assumiu a vice-liderança, só atrás de Jô, do Corinthians.

O desfalque confirmado será o de Felipe Melo. Ele está suspenso pela confusão com Clayson no dérbi e não será relacionado. Yerri Mina e Borja, que foram desfalques contra o Sport, estão de volta após defenderem a Colômbia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos