Grêmio reserva empata com Atlético-GO e adia definição de vice

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Grêmio empatou em 1 a 1 com o Atlético-GO, neste domingo (26), e adiou para a última rodada a definição de quem será o vice-campeão do Brasileirão. Com time reserva e sem vários suplentes imediatos de olho na final da Libertadores, o Tricolor fez um jogo fraco. Saiu atrás do placar e buscou o empate logo depois na última partida do ano como mandante.

Os gols foram de Andrigo e Lucas Poletto em intervalo de três minutos.

Com o placar, o Grêmio vai a 62 pontos e fica ao alcance do Palmeiras, que tem 60. O time paulista recebe o Botafogo na segunda-feira à noite, no complemento da rodada. Se tivesse vencido, o Tricolor poderia garantir o segundo lugar em caso de derrota do Verdão. Agora, tudo fica para domingo que vem. Já o Atlético-GO soma 35 pontos e não tem mais chance de sair da lanterna.

Na quarta-feira o Grêmio decide a Libertadores contra o Lanús, no estádio La Fortaleza, na grande Buenos Aires. O Atlético-GO se despede da Série A no domingo, em casa, contra o Flu.

Cristian: capitão, sincero e substituído

Um dos últimos reforços do Grêmio no ano, Cristian jogou para ter mais ritmo. A experiência rendeu a braçadeira de capitão, mas ele acrescentou pouco ao jogo do Tricolor. No intervalo, o volante cedido pelo Corinthians foi sincero: "A gente entrou muito apático, desligado, no jogo... Vamos ver o que o Renato vai falar". Renato falou e agiu. Tirou Cristian para fazer a equipe ser mais ofensiva.

Poletto e Dionathã levam Grêmio à frente

Se faltou uma melhor partida de Patrick, coube a Dionathã e Lucas Poletto fazerem o Grêmio ser mais agudo. Especialmente no segundo tempo. Com a dupla, o Tricolor pisou na área e criou chances. Marcou com Poletto após escanteio e seguiu em cima.

Primeiro tempo com erros em série

Erros na defesa, no meio-campo e um ataque quase inofensivo. A escalação do Grêmio cobrou seu preço e o Tricolor produziu muito pouco. Ao longo do primeiro tempo o time chegou a ser pressionado pelo lanterna do campeonato. E assistiu os visitantes criarem as melhores chances para abrir o placar. A grande oportunidade para a equipe da casa saiu com pressão na zaga. Kaio, dentro da área, tentou o chute alto e perdeu.

O Atlético-GO explorou os espaços de uma defesa muito aberta e criou boas chances. Andrigo, Igor, Luiz Fernando. Foram ao menos três conclusões com perigo. Atrás o Dragão retribuiu e também errou bastante. A diferença é que o Grêmio não soube aproveitar isso até o intervalo.

Segundo tempo mais emocionante

Mais ofensivo, o Grêmio criou chances de forma inédita no jogo. Só que quem abriu o placar foi o Atlético-GO. Em contra-ataque, Andrigo tabelou e enxergou Paulo Victor adiantado. O chute rasteiro foi fora do alcance do goleiro.

O Tricolor empatou rápido e na bola parada. Lucas Poletto aproveitou rebote e cabeceou. Na reta final, Renato Gaúcho ainda botou Vico e gerou mais volume. O Grêmio, de fato, ficou mais perto da vitória. Mas não deu tempo.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1X 1 ATLÉTICO-GO


Data e hora: 26/11/2017 (domingo), às 17h (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 8.259 pessoas (6.783 pagantes)
Renda: R$ 197.923,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Cartões amarelos: Leonardo, Machado (GRE); William Alves, André Castro (AGO)
Gols: Andrigo, aos 24 minutos do segundo tempo (AGO); Lucas Poletto, aos 26 minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Bressan, Rafael Thyere e Conrado; Cristian (Lucas Poletto), Machado (Vico), Kaio, Patrick (Jean Pyerre) e Dionathã; Beto da Silva
Técnico: Renato Gaúcho

ATLÉTICO-GO: Kléver; Jonathan, Gilvan, William Alves e Breno Lopes; André Castro, Igor (Jefferson Nem), Andrigo, Jorginho e Luiz Fernando; Diego Rosa (Alisson)
Técnico: João Paulo Sanches
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos