Palmeiras era "grupo de amigos que foi destruído", diz Felipe Melo

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Além da despedida de Zé Roberto, o jogo desta segunda-feira marcou a última aparição de Alberto Valentim como técnico do Palmeiras. O interino, que recebeu um convite para voltar a ser auxiliar de Roger Machado em 2018, foi defendido por todo o grupo. Depois da vitória contra o Botafogo, Felipe Melo tratou de elogiar o interino, que, segundo o camisa 30, resgatou uma "amizade destruída" anteriormente.

"Acho que o Palmeiras é um grupo de amigos que foi destruído de certa forma, e o Valentim conseguiu resgatar esta amizade nossa dentro de campo. Essa amizade foi resgatada. Começamos a jogar futebol com mais alegria, pena que foi no fim do ano", lamentou o volante, em entrevista concedida na zona mista do Allianz Parque.

Felipe Melo, perguntado sobre o que "destruiu" a amizade palmeirense nesta temporada, se esquivou. O volante se preocupou em defender o técnico-interino e manifestou a torcida pelo auxiliar, que sonha em ser treinador e pode deixar o Palmeiras no ano que vem, apesar do convite que recebeu para retornar ao posto de auxiliar.

"Todo mundo vai falar que 'ah, espero que ele fique conosco'. Vou ser bem sincero, como sempre fui. Espero que um clube grande, um bom clube, venha para que ele possa seguir a carreira como treinador. Ele é um cara que entende muito de futebol, acho um desperdício", acrescentou o camisa 30.

O volante, que se comporta como um dos líderes do elenco, aposta no sucesso imediato de Alberto Valentim na função de treinador. O Palmeiras optou por procurar um nome mais experiente no mercado, apesar da defesa de grande parte do elenco pela permanência do interino.

"Se ele ficar, obvio que ficaremos contentes, porque é um cara muito inteligente e que vai agregar muito, mas espero que ele siga a carreira como treinador. Ele vai dar o que falar", comentou Felipe Melo.

Sem se especificar em relação ao que foi destruído, Felipe Melo quer aproveitar as férias para evitar um novo ano sem conquistas. O camisa 30 está fora do duelo contra o Atlético-PR, no domingo, por ter recebido o terceiro cartão amarelo no triunfo por 2 a 0 sobre o Botafogo.

"Temos que dar mérito ao Corinthians e aos outros clubes que tiraram ponto da gente, mas temos que pensar em todos os erros que cometemos para que o próximo ano seja melhor", encerrou o meio-campista.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos