Novamente no sufoco, Coritiba é especialista em escapar da B no fim

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • GIULIANO GOMES/ESTADÃO CONTEÚDO

    Em 2016 o Coxa escapou de forma antecipada ao bater o Santa Cruz

    Em 2016 o Coxa escapou de forma antecipada ao bater o Santa Cruz

Lá vai o Coritiba para mais uma "missão impossível": vencer a Chapecoense fora de casa, concorrente que briga pela Libertadores 2018, para se manter na elite na próxima temporada. A situação, porém, já é rotineira. Desde que voltou da Série B em 2010, o Coxa tem escapado da queda quase sempre na última ou na penúltima rodada.

O torcedor do Coritiba tem saudades de 2011. No primeiro ano após retornar para a elite, fez sua melhor campanha, oitavo colocado com 57 pontos – e de quebra, viu o rival Atlético-PR ser rebaixado. De lá para cá, porém, sempre o time escapou no sufoco e no final do campeonato.

Em 2012 o time correu riscos até a 37ª e penúltima rodada, quando perdeu em casa para o Cruzeiro por 2 a 1. Entretanto, o Sport tropeçou em Recife contra o Fluminense e já não poderia mais alcançar o Coxa – acabou caindo. O Coritiba terminou em 13º.

No ano seguinte, o Coritiba precisou vencer o São Paulo em Itu por 1 a 0 na última rodada para se confirmar na elite. Com 48 pontos, o Coxa abriu dois do Fluminense, que cairia com 46, não fossem as perdas de quatro pontos de Flamengo e Portuguesa, que com 44 acabou sendo rebaixada na ponta da zona de rebaixamento. Acabou em 11º.

Já em 2014 o sufoco foi afastado na penúltima rodada, ao vencer o Atlético-MG no Horto por 2 a 1 e chegar aos 44 pontos, se tornando inalcançável ao Vitória, rebaixado com 39. Apenas duas rodadas antes, o Coxa estava na ZR com os mesmos 38 pontos dos baianos e fatalmente cairia, não fosse a arrancada que o colocou na 13ª posição.

Em 2015 o drama foi até a última rodada. O empate em 0 a 0 em casa com o Vasco foi suficiente por que o Avaí também empatou com o Corinthians pelo mesmo placar em São Paulo e caiu. Entre ambos ainda estava o Figueirense. Com 44 pontos, o Coxa foi o 15º.

No ano passado, um pouco mais de tranquilidade. Ao bater o Santa Cruz em casa por 1 a 0, o Coritiba chegou livre do rebaixamento na 35ª rodada, maior antecedência dos últimos anos. Acabou em 15º três pontos à frente do Internacional, rebaixado com 43 pontos.

Neste ano, o Coritiba só depende de si para fugir. Se vencer a Chape, não precisa contar com tropeços do Avaí, que encara o Santos fora de casa, e do Sport, que recebe o Corinthians. O Vitória é outro que está no páreo, porém acima do Coxa na classificação. Duas dessas quatro equipes estarão rebaixadas para a B 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos