Bruno Henrique diz que eleições prejudicaram reta final do Santos no ano

Do UOL, em São Paulo

Um dos principais destaques do Santos na temporada, o atacante Bruno Henrique comentou o desempenho do time em 2017. Apesar de performances razoáveis na Libertadores e no campeonato Brasileiro, nenhum título veio. Segundo o jogador, as eleições presidenciais do clube afetaram o trabalho em campo.

"Não adianta culpar só os jogadores. Todos os times que passam por eleições encaram isso, é difícil. O fora de campo reflete dentro de campo. Espero que em 2018 as coisas aconteçam. Que a gente monte um time competitivo, com força de quem está fora, de quem está dentro, para conquistar títulos", comentou Bruno Henrique ao Sportv, após o empate por 1 a 1 com o Avaí na Vila Belmiro.

"Estou feliz pelo meu momento. Agora descansar", acrescentou o atacante, contratado para esta temporada depois de uma passagem pelo futebol alemão.

Neste domingo, Bruno Henrique não conseguiu se destacar no empate em casa com o Avaí. O resultado definiu o Santos como 3º lugar na Série A, enquanto que os catarinenses amargaram o rebaixamento.

Eleições acontecem no próximo sábado

A temporada do Santos oficialmente acabou neste domingo, mas 2017 ainda reserva outra data importante para os santistas, fora de campo. No sábado (9 de dezembro) o clube viverá a eleição presidencial, que definirá o mandatário para os próximos três anos. Modesto Roma Júnior tenta a reeleição contra três chapas de oposição, que têm como candidatos José Carlos Peres, Andrés Rueda e Nabil Khaznadar. 

A partir do resultado, no próximo final de semana, o clube deve acelerar o trabalho de planejamento do futebol profissional para a temporada 2018, quando disputa mais uma vez a Copa Libertadores. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos