Marcelo Oliveira chora ao falar de queda para a B: "Amo o Coritiba"

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Ale Cabral/AGIF

    Marcelo Oliveira chorou o rebaixamento: pior momento da carreira

    Marcelo Oliveira chorou o rebaixamento: pior momento da carreira

O técnico Marcelo Oliveira não resistiu à emoção após o final do jogo contra a Chapecoense, que resultou na queda do Coritiba para a Série B do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva, o treinador embargou a voz quando questionado se continuaria no clube em 2018.

"Eu estou à disposição por que eu amo o Coritiba, eu sou grato ao Coritiba, eu respeito o Coritiba e respeito a torcida do Coritiba", disse, visivelmente emocionado. Oliveira tem contrato até o final deste mês e o Coxa viverá eleições no próximo dia 9. Nenhuma das três chapas que estão se candidatando para assumir o clube disseram que pretendem seguir com ele no cargo.

"Técnico vive de resultados e talvez não queiram que eu fique", comentou o treinador que viveu no Coxa a projeção da carreira. Entre 2011 e 12, Oliveira foi duas vezes vice-campeão da Copa do Brasil pelo Coxa, além de ganhar dois estaduais. O desempenho o levou ao Cruzeiro, onde foi bicampeão brasileiro.

Nesta passagem, porém, Marcelo Oliveira foi muito mal. Assumiu a equipe na 17ª rodada quando perdeu para o Atlético-MG em casa e desceu da 15ª para a 17ª posição. Em 22 jogos, teve um aproveitamento de 36,3%, com seis vitórias, seis empates e 10 derrotas, terminando a competição entre os quatro piores do campeonato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos