Petros cumpre profecia com assistência, e Brenner comemora primeiro gol

Do UOL, em São Paulo

Petros havia prometido durante a semana: "De domingo não passa". O jogador contratado pelo São Paulo em junho falava sobre o atacante Brenner, principal revelação promovida pelas categorias de base do clube em 2017, e que sonhava em fazer o primeiro gol neste domingo, no Morumbi. No empate em 1 a 1 com o Bahia, foi justamente Petros quem rolou a bola para Brenner marcar pela primeira vez como profissional do Tricolor, aos 18 minutos do segundo tempo. 

Após o jogo que marcou o fim da campanha que igualou a pior do São Paulo na era dos pontos corridos, em 2013, Petros explicou a profecia sobre Brenner e as perspectivas do São Paulo após fechar a competição em 13º lugar.

"Foi um ano muito difícil para o São Paulo, é notório como estamos desgastados. Preciso descansar, porque esse grupo assumiu uma responsabilidade acima do normal. Mas voltei para não deixar o São Paulo ser rebaixado e cumpri meu primeiro objetivo aqui. Agora é aprender. Terminamos esse jogo com cinco ou seis jogadores de Cotia, algo que precisa ser valorizado, porque o Dorival não tem medo. Eu falei que faria o Brenner fazer um gol e fiz (risos). É um jogador em quem eu aposto todas as minhas fichas", disse Petros, que deu o segundo passe para gol na temporada, enquanto Brenner marcou pela primeira vez.

"Meu sentimento hoje é inexplicável, casa cheia. Estou muito feliz pelo gol, mas triste porque queria dar essa vitória à torcida e ao Lugano", lamentou o garoto de 17 anos, apesar da felicidade pelo primeiro gol.

Marcello Zambrana/AGIF
Brenner recebeu a bola de Petros para marcar o gol do São Paulo contra o Bahia

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos