Zé Ricardo exalta vaga e relembra chegada ao Vasco: "Me chamaram de maluco"

Do Uol, em São Paulo

O técnico Zé Ricardo comemorou a classificação do Vasco para a Copa Libertadores após a vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta neste domingo, em São Januário, e disse que confiava numa boa campanha desde que chegou ao time em agosto, quando a ameaça do rebaixamento ainda pairava.

"Não quero parecer demagogo, mas a gente sempre que inicia um trabalho quer o melhor. Quando recebi o convite do Vasco, muita gente disse que eu estava maluco em pegar o time com vários problemas. Mas tinha convicção do bom trabalho", afirmou o treinador em entrevista coletiva.

O comandante cruzmaltino, porém, dividiu méritos e falou que o elenco é o maior responsável pelo sétimo lugar do time no Campeonato Brasileiro."O futebol a gente costuma desmembrar em técnica, tática, física e psicológico. O que envolve tudo isso é o bom ambiente. Envolve todas as pessoas no clube, não só o treinador. É desde e pessoa que faz o lanche, a direção, todos fazendo sua parte", acrescentou.

Satisfeito com a vaga e "cansado pra caramba", Zé Ricardo agora pensa num 2018 melhor para o Vasco. "Estamos recuperando o clube, que merece estar no lugar que estar. Não podemos só comemorar. O Vasco precisa brigar por títulos", avisou.

Para isso, o treinador diz que a diretoria já está monitorando reforços, além de definindo a situação de jogadores que estão com contrato no fim. Uma certeza de Zé Ricardo é de que ele continuará usando a base na próxima temporada – para ficar em só dois exemplos, Paulinho e Mateus Vital, dois pratas da casa, fizeram os gols da vitória sobre a Ponte neste domingo.

"A utilização da base seguirá muito grande em 2018. Optei pelo Mateus Vital no segundo tempo e ele entrou bem, compondo. E o Paulinho dispensa comentários. Tem muito para evoluir, mas hoje já é capaz de fazer muitas coisas boas. Vamos criar mecanismos para eles melhorarem", comentou.

Com o triunfo sobre a Ponte, o Vasco garantiu vaga na primeira fase da Libertadores. Um lugar na fase de grupos escapou por pouco, graças a um gol de pênalti do Flamengo nos acréscimos que garantiu ao arquirrival a sexta colocação. Caso o time rubro-negro vença a Copa Sul-Americana, no entanto, aí os cruzmaltinos já entram em uma das chaves do torneio continental.

"Estávamos querendo fazer o nosso papel. O que tiver de acontecer, vai acontecer. Uma vaga direta muda o planejamento, ganha-se tempo para formatar a equipe. Caso se mantenha a Pré-Libertadores, no dia 30 de janeiro tem jogo já", afirmou Zé Ricardo sobre a indefinição.

O técnico ainda assegurou que não ficou acompanhando o jogo dos concorrentes pela vaga na Libertadores enquanto o time estava em campo nesta tarde. "Pedi para não avisarem nada. Só soube do gol do Vitória pela vibração da torcida. Só queria saber do nosso jogo", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos