André faz gol após 70 dias sem jogar, e Grêmio vence Cruzeiro em estreia

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

O Grêmio venceu o Cruzeiro por 1 a 0 na tarde deste sábado (14) no Mineirão. André, que voltou a jogar após 70 dias, fez o gol da vitória gremista na primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Os gaúchos dão sequência à boa fase na Copa Libertadores e no Estadual ao vencer os mineiros na estreia do torneio nacional. Os comandados de Mano Menezes, por outro lado, terão que se recompor na Série A.

Após 2 meses fora de combate, André marca em estreia

André não entrava em campo há mais de dois meses. O atacante chegou ao Grêmio em 20 de fevereiro passado e, desde então, ficou apenas treinando com o restante do grupo, já que ainda não foi inscrito na Copa Libertadores e não chegou a tempo do Gaúcho. Em sua estreia pelo time de Porto Alegre, o dono da camisa 90 estufou a rede de Fábio. Ele aproveitou desvio de Everton em cruzamento de Ramiro pela direita e mandou para o fundo do gol.

Kannemann é expulso e vai à loucura com a arbitragem

Um desvio de Paulo Miranda em chutão de Fábio deixaria Giorgian De Arrascaeta na cara do gol. Mas Kannemann optou por fazer falta no uruguaio e acabou expulso por Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR). O cartão vermelho levou o argentino à loucura na beira do gramado. Ele se irritou bastante com o árbitro e precisou ser contido pelos companheiros. André levou o companheiro à beira do gramado, onde ele também se revoltou com o quarto árbitro.

Arrascaeta pressiona Léo Moura na saída de bola

Mano Menezes manteve o Cruzeiro em sua forma predileta de jogo. A equipe se posicionou marcando a saída do adversário e sem a posse de bola. O mais curioso é que Arrascaeta, escalado como ponta esquerda, foi quem mais ficou em cima do rival. O camisa 10 ficou ao lado de Léo Moura na saída de bola para evitar que o lateral tivesse espaço nos lances.

Grêmio adota jogo de posse de bola no Mineirão

O Grêmio teve muito mais posse de bola que o Cruzeiro. Com 61%, o time de Renato Gaúcho segurou e ditou o ritmo do jogo ocorrido no Mineirão. O problema é que os gaúchos não transformaram o domínio em muitas oportunidades. Foram apenas seis chutes na direção do gol de Fábio, três a menos que o Cruzeiro em todo o confronto.

Cruzeiro tenta jogadas aéreas, mas para em Grohe

Sem inspiração no meio de campo, o Cruzeiro ficou refém de bolas aéreas em todo o confronto. Tanto Thiago Neves quanto De Arrascaeta não viveram bom dia e foram obrigados a levantar bolas na área. No segundo tempo, quando Mano acionou Sassá para aproveitar os cruzamentos, o time passou a jogar com lances mais rasteiros.

Cadê a chuteira? Robinho tira calçado de Cortez em falta

Uma falta no meio de campo foi um dos principais lances do jogo entre Cruzeiro e Grêmio. Robinho tentou desarmar o lateral esquerdo Cortez e acabou tirando a chuteira do lateral esquerdo do time gaúcho. O lance obrigou o jogador a ficar cerca de um minuto na beira do gramado para colocar o calçado.

Cruzeiro estreia camisa que homenageia a Islândia

Pedro Vale/AGIF

A Umbro lançou camisetas comemorativas sobre a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O Cruzeiro usou, pela primeira vez, o uniforme que faz alusão à Islândia. A camisa conta com a bandeira do país europeu na parte da frente e foi lançada na noite dessa sexta-feira (13). O Grêmio usou o uniforme normal, mas a mesma fornecedora de material esportivo fez um uniforme alusivo ao Uruguai.

Ficha técnica
Cruzeiro x Grêmio

Motivo: 1ª rodada do Brasileirão
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data: 14 de abril de 2018 (sábado)
Horário: às 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Cartão amarelo: Ariel Cabral, Dedé (Cruzeiro); Ramiro (Grêmio)

Cartão vermelho: Kannemann (Grêmio)

Gol: André - 9'/2ºT (0-1)

Cruzeiro
Fábio; Edilson, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral (Mancuello) e Robinho (Rafael Marques); Thiago Neves, Arrascaeta e Rafael Sóbis (Sassá).
Técnico: Mano Menezes.

Grêmio
Marcelo Grohe; Léo Moura, Paulo Miranda, Kannemann e Cortez; Maicon (Jaílson), Arthur, Ramiro, Cícero e Everton (Michel); André (Bressan).
Técnico: Renato Portaluppi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos