Juiz cita reclamação do presidente do Flamengo e confirma pênalti em súmula

Do UOL, em São Paulo

Com o Flamengo vítima de um erro gritante do árbitro Wagner Reway no primeiro tempo, o presidente do clube soltou o verbo para cima da equipe de arbitragem durante o intervalo. Ele usou o termo "vergonha" para classificar a marcação, relatou o juiz na súmula.

"Enquanto a equipe de arbitragem se deslocava para o vestiário, o presidente do Flamengo sr. Eduardo Bandeira de Melo, posicionou-se em frente ao vestiário e quando estávamos passando proferiu palavras de reclamação contra a arbitragem: "isso é uma vergonha o que você está fazendo", escreveu Wagner Reway.

O lance que gerou tanta revolta foi uma finalização do Vitória em que a bola bateu no rosto de Everton Ribeiro, posicionado em cima da linha. Por entender que ele pôs a mão na bola, o juiz deu pênalti e cartão vermelho. O árbitro assistente que fica atrás do gol fez papel decorativo e não corrigiu a marcação.

Na hora de escrever a súmula, mesmo com todas as imagens mostrando que não foi mão na bola, Wagner Reway insistiu no erro. Sobre a expulsão de Everton Ribeiro, escreveu que a causa foi a seguinte: "impedir um gol ou acabar com uma oportunidade clara de gol, com uso intencional de mão na bola".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos