Mesmo em estreia, Otero não se esquece de erro no Mineiro: "Foi difícil"

Do UOL, em Belo Horizonte

O Atlético-MG foi ao estádio São Januário e perdeu para o Vasco por 2 a 1 pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O tema da entrevista, no entanto, foi o revés para o Cruzeiro no último domingo, na finalíssima do Mineiro.

Autor do único gol do Galo no Rio de Janeiro, o venezuelano se lembrou do jogo ocorrido há sete dias. Na ocasião, ele foi expulso por uma cotovelada em Edilson e dizimou qualquer chance de título de sua equipe.

Arrependido do erro cometido na decisão do Estadual, Otero dedicou o gol marcado em terras cariocas à torcida e aos colegas de elenco.

"Está claro que passei um dia muito triste. Queria agradecer aos companheiros que me passam muita confiança e à torcida do Atlético que me mandou mensagem de apoio. Esse gol aqui é para eles e para Deus. Passei dias difíceis, mas já passou e tenho que viver o presente", declarou.

O curioso é que, neste domingo, o venezuelano teve a posição alterada pelo técnico interino Thiago Larghi. Otero passou a jogar pelo lado direito do ataque - antes ele jogava pela esquerda.

'No ano passado, eu já tinha jogado ali, no final do Campeonato [Brasileiro]. O treinador me falou para mudar, a gente concordou. Graças a Deus, deu tudo certo, eu fiz o gol e a gente estava bem de novo", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos