Vasco supera golaço de Otero e vira sobre o Atlético-MG com lance polêmico

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Vasco venceu o Atlético-MG por 2 a 1 neste domingo, na estreia do Campeonato Brasileiro, em São Januário. A vitória veio após o time da casa superar um golaço marcado por Otero nos minutos iniciais da partida. No fim do segundo tempo, o Cruzmaltino empatou com Wagner e chegou a virada com um gol polêmico.

Rildo invadiu a grande área e foi ao chão após dividida com Bremmer. A arbitragem não pensou duas vezes e marcou a penalidade. A decisão polêmcia gerou revolta nos jogadores do Atlético-MG, que reclamaram muito do lance. Yago Pikachu cobrou com perfeição e definiu o triunfo.

O Vasco volta a campo no domingo, quando visitará a Chapecoense, no domingo, em Santa Catarina. Os mineiros, por outro lado, recebem o Vitória, no Independência.

O melhor: Wagner mantém boa fase e lidera o Vasco

Celso Pupo/Fotoarena/Estadão Contéudo

Um dos líderes do elenco, Wagner mostrou viver grande momento com a camisa do Vasco. Ele foi a referência técnica da equipe durante os 90min e acabou premiado com importante gol no fim.

O pior: Roger Guedes tenta passe letra e arma contra-ataque fatal do Vasco

reprodução/SporTV

Roger Guedes entrou no fim do jogo para dar mais gás ao ataque do Atlético-MG. O atacante, no entanto, tentou passe de letra e armou contra-ataque que culminou no gol da virada do Vasco. Além dos vários atos de indisciplina, o atacante não tem jogado bem no novo time.

Vasco aperta marcação e quase abre placar

Jogando em casa, o Vasco partiu para cima do adversário. Com marcação alta, o Cruzmaltino não dava folga na saída de bola do Atlético-MG, que vacilou e quase viu o zero sair do placar. Desábato roubou a bola, que sobrou para Wellington. O volante chutou de primeira e exigiu boa defesa de Victor.

Pikachu acerta a trave

No lance seguinte, o momento de maior pressão do Vasco. Em boa jogada de Henrique pela esquerda, o lateral rolou para trás e Evander chutou em cima da zaga. No rebote, ela sobrou para Pikachu que chutou firme na trave direita de Victor que ainda tentou pegar a bola e viu Bremer chutar para longe.

Volante do Galo desarma lateral do Vasco com a CABEÇA

Um lance curioso chamou a atenção de todos aos 11min do primeiro tempo. Em bola dividida com Henrique, Gustavo Blanco se desequilibrou e seria facilmente driblado pelo jogador do Vasco. Porém, em um lance de coragem, ele não pensou duas vezes e se jogou de cabeça na bola para fazer o desarme no rival.

Otero faz golaço de fora da área

O lance de Blanco parece ter incendiado os jogadores do Atlético-MG, que, na sequência, abriu o placar com um verdadeiro golaço de Otero. O venezuelano arriscou chute improvável de muito longe. A bola pegou curva incrível e dificultou o trabalho de Martín Silva, que ainda tentou fazer a defesa, mas se transformou o mais novo personagem da obra de arte do rival.

Vasco tenta reação com Riascos

Após sofrer o gol, o Vasco sentiu o golpe. Se antes mandava na partida e estava próximo de abrir o placar, a história mudou completamente. O time não conseguia mais chegar ao ataque. Umas das chances mais concretas ocorreu com Riascos, que ganhou de cabeça da zaga e exigiu nova defesa de Victor.

Mas é Galo quem quase amplia

Enquanto o Vasco encontrava dificuldades, o Atlético-MG se fechou e esperava boas oportunidades para contra-atacar. A estratégia por pouco não foi fatal. Em rápida jogada de transição, Gustavo Blanco apareceu como elemento surpresa e recebeu na grande área. De primeira, ele escorou, mas viu a bola bater na trave e sair pela linha de fundo.

Evander, Wellington e Rafael Galhardo são vaiados pela torcida

A derrota parcial fez a torcida do Vasco escolher alguns culpados em campo. Três jogadores passaram a ser vaiados a cada toque na bola. Foram os casos de Evander, Wellington e Rafael Galhardo

Cazares para em Martín

Vaiado, o Vasco caiu de produção e viu o Atlético-MG levar muito perigo ao gol de Martín Silva nos minutos finais do primeiro tempo. Cazares roubou bola de Paulão e, da entrada da área, chutou buscando o ângulo esquerdo do uruguaio, que fez boa defesa.

Wagner quase marca em pressão na volta do intervalo

O Vasco tentou fazer pressão na volta do intervalo. E o gol de empate quase saiu logo nos minutos iniciais. Após cruzamento na área, Wagner dominou de peito e tocou para Henrique, que bateu de primeira para a grande defesa de Victor. 

Evander quase empata de falta

Sem conseguir chegar ao gol do Atlético-MG, o Vasco passou a utilizar de cruzamentos e bola parada para levar perigo. Aos 18min, Evander cobrou falta com muita qualidade e arrancou suspriro dos torcedores. A bola chegou a tocar na rede pelo lado de fora, levando alguns vascaínos a gritarem gol.

Rios finaliza da pequena área e Victor faz milagre

Andrés Rios teve a melhor chance do Vasco. Ele recebeu bola dentro da pequena área e dominou com a mão. A bola ficou em ótima posição para a finalização, mas Victor operou um milagre no chute do atacante. O lance estava paralisado por infração do vascaíno.

Wagner marca aos 40min e decreta empate

O jogo parecia decidido, mas o Vasco foi valente e arrancou o empate nos minutos finais. Wagner aproveitou rebote na entrada da área, dominou e chutou forte no canto esquerdo de Victor, que nada pôde fazer. Festa em São Januário.

Thiago Galhardo e Fabio Santos se chocam de cabeça

Um lance muito forte assustou em São Januário 45min do segundo tempo. Em bola dividida, Thiago Galhardo e Fabio Santos se chocaram de cabeça. Os dois sofreram corte na cabeça e tiveram que ser atendidos pelos médicos. O vascaíno chegou a desmaiar em campo.

Rildo sofre pênalti polêmico e Pikachu decreta vitória

O Vasco não desistiu do jogo e mostrou o porquê de ser conhecido como o time da virada. Aos 50min, Rildon invadiu a área e foi derrubado por Bremer. O lance foi polêmico e gerou muita reclamação dos mineuiros. Pikachu, que não tem nada com isso, foi para cobrança e decretou a vitória.

VASCO 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Data e hora: 15/04/2018, às 16h (horário de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha (GO)
Gols: Otero, aos 12min do primeiro tempo; Wagner, aos 40min, Pikachu, aos 50min do segundo tempo
Cartões amarelo: Henrique (VAS) Bremer (CAM)

Vasco
Martín Silva; Rafael Galhardo (Rildo), Paulão, Werley e Henrique; Wellington (Thiago Galhardo), Desábato, Yago Pikachu, Evander e Wagner; Riascos (Rios)
Técnico: Zé Ricardo

Atlético-MG
Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Blanco, Elias, Otero (Erik) e Cazares (Roger Guedes); Luan e Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos