Abel não sabe qual será Flu do Brasileiro, mas "time na mão" traz otimismo

Do UOL, no Rio de Janeiro

De investimento modesto por conta dos problemas financeiros, o Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro com derrota para o Corinthians por 2 a 1, no último domingo (15), em São Paulo. Apesar do revés, considerado injusto pelo técnico Abel Braga, existe otimismo para a sequência da competição, ainda que a diferença para os clubes de maior poderio econômico seja considerável. O "time na mão" do comandante é o trunfo.

"Faltam 37 rodadas. Não dá para saber. Saio mais otimista do que quando cheguei. Queria ver a reação da equipe e mostramos que temos um grupo forte. Tivemos muita aplicação tática e neutralizamos o que o campeão brasileiro tem de mais forte", afirmou o técnico.

Brigar contra o rebaixamento, conforme aconteceu em boa parte da edição 2017, não está nos planos de Abel Braga. Se não sabe o que o clube fará na competição, um ponto ao mesmo já parece definido. "O nosso time está com um coletivo muito bom", encerrou.

Abel lida com as dificuldades financeiras do Tricolor, mas tem o domínio do elenco. O esquema com três zagueiros foi a solução encontrada para bater de frente com os rivais. Será assim. O tempo dirá por qual posto o clube das Laranjeiras brigará no Brasileirão.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo (22), quando recebe o Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos