Bruno Henrique volta contra sua maior vítima e dá "dor de cabeça" a Jair

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Marcelo D. Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo

    Em 2017, atacante marcou quatro gols no Bahia, três em um só jogo

    Em 2017, atacante marcou quatro gols no Bahia, três em um só jogo

O Santos enfrenta o Bahia, neste sábado, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. A motivação maior é o retorno de seu principal nome na última temporada. Recuperado de grave lesão no olho direito, o atacante Bruno Henrique volta a ser relacionado justamente contra a principal vítima em 2017 e inicia uma "dor de cabeça" para o técnico Jair Ventura.

No último ano, o camisa 11 marcou todos os gols santistas nos dois confrontos com o rival: quatro, ao todo. Três deles ocorreram em uma só partida, vencida por 3 a 0 pela equipe, em 23 de julho, pela 16ª rodada do último Brasileiro, que marcou uma das melhores atuações do jogador pelo Santos.

"É um período muito longo que estive parado. Quando o jogador se machuca no primeiro jogo do campeonato, é um pouco difícil voltar e atuar 90 minutos. Mas se o Jair optar por mim, vou entrar e dar o meu máximo e ajudar até onde eu aguentar. Espero poder marcar novamente, fiz quatro gols neles (em 2017), tenho pé quente contra eles e espero fazer um bom jogo", disse o jogador.

A volta ainda deverá será somente como opção no banco de reservas. A liberação de Bruno Henrique, no entanto, acentua a briga por uma vaga no ataque. Atualmente, Jair opta pela escalação de Gabriel atuando centralizado, além de Eduardo Sasha e Rodrygo pelos lados direito e esquerdo, respectivamente.

Sasha é o que corre menos riscos. O jogador é o artilheiro da equipe na temporada, com seis gols, e quase uma unanimidade no clube, que optou por investir para tê-lo em definitivo em transação envolvendo o lateral esquerdo Zeca em troca com o Internacional. Além disso, pode jogar pelos lados de campo ou centralizado.

Mesmo sendo um dos queridinhos dos torcedores e vivendo boa fase como vice-artilheiro santista, com cinco gols, Rodrygo pode perder a condição de titular. Pesam contra a principal promessa do Santos a juventude, apenas 17 anos, mas também as dificuldades de aguentar um jogo inteiro. O jogador, inclusive, passa por um processo de trabalhos físicos específicos para melhorar o condicionamento.

A conta pode sobrar até mesmo para Gabriel Barbosa, principal contratação do Santos para a temporada. Após início arrasador, com quatro gols nas quatro primeiras partidas, o atacante não marca desde 25 de fevereiro, na vitória por 2 a 0 diante do Santo André, ainda pela fase de classificação do Campeonato Paulista. Desde então, enfrentou lesões, suspensões e passou em branco em seis partidas consecutivas.

"Eu não queria ser o Jair, não. Essa bomba na mão dele, é uma bomba que ele vai ter que saber administrar. O Rodrygo é uma promessa no Santos, fico feliz pelo momento dele. Tão jovem e já conseguiu assumir a responsabilidade e fazer um belo trabalho. O Jair, que fica feliz por ter jogadores de qualidades, e o Santos terá muito a ganhar com a minha volta também", afirmou o atacante.

Jair é confesso admirador do futebol de Bruno Henrique e já lamentou publicamente a perda precoce do jogador, logo em sua estreia pelo Santos, na vitória por 3 a 0 contra o Linense, em Lins, em 17 de janeiro. Na ocasião, com poucos minutos de jogo, o jogador tomou uma bolada no rosto que ocasionou uma série de lesões no olho.  Desde então, passou por longo período de tratamento.

O novo departamento médico do clube preferiu retardar a volta aos gramados do que correr o risco de a lesão se agravar em caso de uma cabeçada do atleta na bola durante os jogos, por exemplo.

Se vencer, o Santos alcança uma marca inédita na temporada de quatro vitórias consecutivas, feito ainda não conquistado sob o comando do técnico Jair Ventura. Para a partida, Ventura só não contará com o meia Diogo Vitor, que trata de uma infecção dentária. O Bahia, por sua vez, busca a primeira vitória na competição após perder por 2 a 0 na estreia para o Internacional, em Porto Alegre.

O técnico Guto Ferreira conta com o retorno do zagueiro Lucas Fonseca, recuperado de lesão, mas segue com duas baixas: Kayke e Jackson, que estão no departamento médico.

FICHA TÉCNICA
Bahia x Santos

Data: 21 de abril de 2018, sábado
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Cleriston Clay Barretos Rios e Ailton Farias da Silva (ambos de SE).

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Douglas Grolli e Léo; Elton, Gregore, Vinícius, Zé Rafael e Marco Antônio; Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, David Braz, Lucas Veríssimo e Dodô; Alison, Léo Cittadini e Jean Mota; Rodrygo, Eduardo Sasha e Gabriel Barbosa. Técnico: Jair Ventura

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos