Júlio César se despede do futebol com Flamengo sob pressão e Maracanã cheio

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/Flamengo

    Júlio César está pronto para atuar pela última vez na vitoriosa carreira de goleiro

    Júlio César está pronto para atuar pela última vez na vitoriosa carreira de goleiro

Conhecido pelo lado emocional aflorado, o goleiro Júlio César terá motivos de sobra para chorar neste sábado (21). Às 19h (de Brasília), o Flamengo recebe o América-MG, no Maracanã, em jogo que marca a despedida de um ídolo da torcida dos gramados. A carreira de 21 anos se encerra diante de um estádio cheio - mais de 40 mil ingressos foram vendidos antecipadamente - e com um Rubro-negro sob pressão pelos maus resultados recentes.

Nos últimos dias, o camisa 12 dividiu a rotina de treinos com inúmeras entrevistas e os preparativos para o compromisso final da vitoriosa trajetória. Júlio César trouxe a mulher Susana Werner e os filhos ao Brasil e terá a presença de toda a família no estádio. Prolongar a carreira está fora de questão, já que a decisão de se aposentar foi pensada. Após o apito final, ele viverá com os familiares em Lisboa, conforme contou em especial publicado pelo UOL Esporte.

"Era uma ideia fixa. A ficha já caiu e estou absolutamente consciente da minha escolha. É claro que existe uma ansiedade, mas estou preparado. Saio de cabeça erguida e pela porta da frente", afirmou.

Gilvan de Souza/ Flamengo
O goleiro Júlio César com o quadro e a camisa comemorativa que usará na despedida
Curiosamente, o Flamengo vive um momento turbulento logo quando o goleiro que o salvou de alguns rebaixamentos se despede. A eliminação no Campeonato Carioca e a campanha irregular na Copa Libertadores cobram o preço junto aos torcedores.

Até por isso, Júlio César sabe que o jogo contra o América-MG, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, está longe de ser um evento festivo. O Rubro-negro precisa da vitória para amenizar o ambiente antes da partida decisiva frente ao Santa Fe, quarta-feira (25), na Colômbia. O triunfo também é fundamental na Copa Libertadores. Em caso de derrota, o fantasma de uma nova eliminação precoce estará mais vivo do que nunca na Gávea.

"Essa partida não tem nada a ver com homenagem. Coincidiu com a minha situação, mas o Flamengo é muito maior do que o Júlio César. Sei da minha responsabilidade. Se formos campeões brasileiros, terei a minha pedrinha de colaboração", disse.

"Estão fazendo uma tempestade em um copo d'água [sobre as críticas ao time na Copa Libertadores]. É claro que o Flamengo tem muita coisa a melhorar, o grupo é difícil e o Maracanã estava vazio [jogou com portões fechados]. Não é desculpa, mas acreditamos em nossos jogadores. Posso afirmar uma coisa. Tenho a certeza de que o Flamengo irá se classificar", concluiu.

O Flamengo espera um público superior a 50 mil torcedores para acompanhar a despedida de um ídolo. Independentemente de qualquer coisa, Júlio César está na história do clube e veste a camisa rubro-negra pela última vez. A meta é encerrar com uma vitória, o que seria especial para ele e fundamental no ambiente do clube de coração.

FLAMENGO X AMÉRICA-MG

Data/hora: 21/04/2018, às 19h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Auxiliares: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Daniel Luis Marques (SP)

Flamengo
Júlio César; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Willan Arão, Lucas Paquetá, Geuvânio e Vinicius Júnior; Henrique Dourado
Técnico: Maurício Barbieri

América-MG
Jory; Norberto, Messias, Rafael Lima e Carlinhos; Christian, Juninho e Serginho; Luan, Aylon e Rafael Moura
Técnico: Enderson Moreira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos