Damião empolga após dois meses fora e vira esperança para ataque do Inter

Do UOL, em Porto Alegre

A volta de Leandro Damião empolgou. Depois de dois meses afastado graças a uma contratura na cervical, o centroavante disputou 45 minutos da partida contra o Palmeiras, no domingo. E mesmo com a derrota do Inter, os momentos em campo serviram para dar esperança ao setor ofensivo.

Sem Damião desde 21 de fevereiro, o Inter rodou opções. Roger, hoje no Corinthians, foi quem mais teve chances, mas não conseguiu ocupar a lacuna no elenco para a qual foi contratado. Além dele, Nico López, William Pottker e Brenner também jogaram por ali.

O problema é que nenhum, exceto Roger, possui as mesmas características do dono da posição. Pottker e Nico são jogadores que tendem a recuar ou puxar para o lado. Já Brenner é um jovem e ainda inexperiente para jogos mais pesados.

"O Damião voltou hoje, é um jogador que faz falta demais, estava há 60 dias parado. O Pottker ainda está adquirindo o melhor ritmo. Alguns jogadores que nem foram apresentados ainda e também trarão qualidade ao time. O que tiramos é que podemos brigar por coisa melhor no campeonato", disse o vice de futebol Roberto Melo depois do jogo.

O retorno de Damião pode até mesmo ajudar os companheiros. Pottker estava deslocado para o centro e caía de rendimento com isso. No segundo tempo do jogo com o Palmeiras, voltou para a direita e cresceu.

Damião teve ao menos duas oportunidades de marcar. De cabeça, num movimento correto, obrigou o goleiro Jaílson a uma difícil defesa. E em um cruzamento de Patrick chegou atrasado por segundos e não conseguiu concluir.

Além disso, fez um gol após cruzamento da direita, que foi equivocadamente anulado e gerou muita reclamação nos vestiários após a partida.

"Que bom que ele voltou. Pela recuperação de uma lesão que poderia até ser mais grave e tê-lo prejudicado muito mais. O parabenizei, agradeci a Deus que ele poderia voltar a fazer o que gosta. Voltar a jogar futebol. E também pela partida. Nos dá possibilidade de quando a bola chegar, parar no ataque para o meio, poder se aproximar, dá uma situação disso, preocupa demais a defesa do adversário. E tem um poder muito forte dentro da área de definição, de um para um, ele fez o gol e não estava impedido. Ganhou todos os confrontos", falou o técnico Odair Hellmann.

Com mais uma semana sem jogos, o Internacional irá dar tempo de treino a Damião e contra o Cruzeiro, no próximo domingo, a titularidade dele é praticamente garantida, salvo algum problema clínico nos treinamentos.

A importância do comandante de ataque para seu setor no Inter é referida desde o ano passado. Na campanha de volta à elite do futebol, Damião foi citado como um dos pilares da arrancada que culminou com o vice-campeonato da Série B.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos