Renato explica derrota do Grêmio para Botafogo: "Faltou ritmo de jogo"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Rimoli/AGIF

    Renato Gaúcho citou, ainda, entrosamento e qualidade técnica ao analisar time reserva

    Renato Gaúcho citou, ainda, entrosamento e qualidade técnica ao analisar time reserva

Renato Gaúcho enxergou três razões para o Grêmio ter perdido o jogo contra o Botafogo, neste sábado (28), no Rio de Janeiro. O revés pela terceira rodada do Brasileirão, nas palavras do técnico, passou pelo ritmo de jogo do time reserva. Mas também pelo entrosamento e qualidade técnica diferente na comparação com a equipe titular.
A derrota saiu nos acréscimos. Com um golaço de Gilson. Antes, Brenner e Michel marcaram.

"Nós marcamos saída de bola, mesmo com time alternativo jogamos no campo deles. O que pesa, primeiro, é o ritmo de jogo deles. Isso pesou muito hoje. E lógico que essa equipe não tem a qualidade técnica da minha outra equipe. E o entrosamento… Mas não adianta, vai ser assim. Tem que ser assim. E eu jamais vou exigir dessa equipe como exijo da outra. A minha equipe domina, joga e faz muitos gols", disse Renato Portaluppi.

O Grêmio usou um time alternativo de olho na Libertadores. Na terça-feira, o Tricolor recebe o Cerro Porteño na quarta rodada do grupo 1 e pode assumir a liderança da chave. Apenas Luan atuou no Engenhão, mas de resto foram só reservas usados. E as trocas também não exploraram os titulares. Uma preservação total.

"Não ficou abaixo… Já era esperado. A equipe do Grêmio é muito boa. O Botafogo levou vantagem por ter jogadores com ritmo de jogo. Para vocês terem ideia, o Grêmio veio aqui e fez um jogo de igual para igual. Teve situações para os dois lados e infelizmente levamos o gol naquele chute do Gilson. Temos um grupo muito bom. Não é qualquer time que vem aqui e enfrenta o Botafogo de igual para igual com um time totalmente modificado. Foi um jogo parelho. O Botafogo perdeu algumas oportunidades, o Grêmio perdeu algumas oportunidades", comentou o treinador do clube gaúcho.

Até o desempenho de Luan ficou abaixo, mas aí não foi pelo mesmo motivo. Na avaliação de Renato, a atuação do meia-atacante foi realmente diferente.

"A gente não se encontrou. O Botafogo levou vantagem pelo ritmo de jogo. Às vezes o jogador erra por falta de ritmo. Não foi o caso do Luan. O Luan, hoje, não foi o Luan que conhecemos. E faz parte, ele jogando em um time diferente, acontece", afirmou Renato Gaúcho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos