Bandeira admite "falha de planejamento" do Fla em embarque tumultuado

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Reprodução

    Eduardo Bandeira de Mello admitiu falha de planejamento que deixou jogadores expostos

    Eduardo Bandeira de Mello admitiu falha de planejamento que deixou jogadores expostos

Dois dias após o tumultuado embarque do Flamengo para Fortaleza, o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, admitiu uma falha do Rubro-negro na logística para a passagem pelo Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

"Com certeza houve uma falha no nosso planejamento, isso é inegável. Tanto que a confusão aconteceu. Mas os verdadeiros torcedores estão repudiando isso. Têm direito de criticar, mas agressão e falta de respeito a gente não pode admitir. Estão todos honrando a camisa do Flamengo. A torcida rubro-negra é maior que isso", disse Bandeira, em entrevista ao canal Premiere antes do jogo deste domingo (29), contra o Ceará, em Fortaleza.

Na visão dos dirigentes do clube, já era esperado um cenário hostil. Com isso, um maior efetivo de segurança e um planejamento especial deveriam ter sido providenciados.

O episódio violento da noite da última sexta-feira (27) ainda repercute no vestiário do Flamengo. Os jogadores rubro-negros ficaram, obviamente, inconformados com os ataques de torcedores de uma organizada no embarque do grupo para Fortaleza – para o duelo contra o Ceará, neste domingo (29) às 16h, pelo Campeonato Brasileiro. O incômodo, no entanto, não se dá apenas com os vândalos. A diretoria do clube também vem causando insatisfação no elenco.

Na visão de alguns atletas, a cúpula se mostrou ausente e deixou o grupo vulnerável em situação delicada. Nas conversas após o ocorrido, os principais líderes do elenco questionavam se a questão não poderia ter sido evitada com um efetivo maior para proteção. Na confusão, apenas poucos seguranças e alguns membros da comissão técnica tentavam proteger o elenco.

Os jogadores ainda se incomodaram com o fato de os principais líderes do clube não estarem com o grupo em um embarque que já se desenhava delicado. Por outro lado, é comum que o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, o vice de futebol rubro-negro, Ricardo Lomba, e o diretor Fred Luz viajem para a cidade do jogo apenas na data da partida – quando no Brasil. No embarque, apenas o executivo de futebol Carlos Noval acompanhava a delegação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos