Em alta, Sidcley é exceção à "regra" do Corinthians com a lateral esquerda

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Jason Silva/AGIF

    Sidcley já marcou dois gols com a camisa do Corinthians em 13 partidas disputadas

    Sidcley já marcou dois gols com a camisa do Corinthians em 13 partidas disputadas

O lateral esquerdo Sidcley terá mais um jogo como titular do Corinthians na tarde deste domingo, contra o Atlético-MG, no Independência. Mesmo com pouco tempo de clube, o jogador contratado por empréstimo após a ida de Camacho ao Atlético-PR tem se destacado e dado estabilidade à posição depois da venda de Guilherme Arana ao futebol espanhol.

A partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro marcará o encontro entre Corinthians e o lateral esquerdo Fábio Santos, titular da equipe por mais de quatro temporadas e antecessor de Uendel e Arana. Juntos, o trio fez da posição um dos pontos fortes do time entre o começo de 2011 e o fim de 2017.

Ao contrário das situações que envolveram Uendel e Arana, Sidcley chegou ao Corinthians como uma tentativa de solução imediata, assim como foi o próprio Fábio Santos. O lateral chegou ao Corinthians no começo de 2011 para ser reserva de Roberto Carlos, mas foi alçado à titularidade depois da rescisão de contrato com o pentacampeão mundial na sequência da eliminação corintiana diante do Tolima na pré-Libertadores 2011.

Fábio, depois, emendou uma fase como titular dos times treinados por Tite (2011-2013) e Mano Menezes (2014). No fim de 2013, o Corinthians contratou Uendel. O ex-lateral da Ponte, então, virou titular após a saída de Fábio Santos para o Cruz Aziul, do México, em meados de 2015.

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Arana e Uendel em 2015: laterais esquerdos reserva e titular do time campeão brasileiro

Durante toda a temporada 2016, Uendel, campeão brasileiro no ano anterior, foi de aprendiz a professor ao se tornar peça importante para a adaptação de Guilherme Arana, um dos maiores destaques do time corintiano de 2017.

"Vestir essa camisa não é fácil. Vamos relembrar um pouquinho, Uendel chegou e ficou dois anos no banco. Assumiu o Arana, que estava desde 2015 com a gente. Vem criando um lastro", frisou Carille há algumas semanas.

Tentativas frustradas

Sidcley chegou ao Corinthians depois de duas investidas equivocadas da diretoria. Primeiro, com a contratação de Juninho Capixaba, que custou R$ 6 milhões, disputou poucos jogos e logo virou reserva. Depois, com Guilherme Romão, que foi visto como um possível sucessor de Arana, ma acabou perdendo espaço após uma expulsão contra a Ponte Preta e o desempenho baixo nos treinos.

O atual titular da posição estreou pelo Corinthians diante do Mirassol, em março, e logo ganhou elogios de Fábio Carille, que citou a tranquilidade do jogador em algumas entrevistas. "Ele teve decisões bem claras com a bola nos pés. Dá garantia muito grande", explicou o treinador após a estreia.

Na última partida do Corinthians no Campeonato Brasileiro, Sidcley deu a assistência para Rodriguinho abrir o placar contra o Paraná fora de casa. Um minuto depois, em uma arrancada impressionante, fez o seu segundo gol com a camisa corintiana.


FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG x CORINTHIANS

Data: 29 de abril de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (3ª rodada)
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves e Heronildo S Freitas da Silva (ambos do PA)

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco; Otero, Roger Guedes, Luan; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Romero, Mateus Vital, Rodriguinho e Clayson. Técnico: Fábio Carille

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos