Palmeiras encara Chape, a "pedra no sapato", para selar paz com torcedor

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Fim/Raw Image/Estadão Conteúdo

    Chape tem sido equipe difícil de se enfrentar para o Palmeiras nas últimas temporadas

    Chape tem sido equipe difícil de se enfrentar para o Palmeiras nas últimas temporadas

O Palmeiras encara a Chapecoense neste domingo (29) para selar de vez a paz com a sua torcida. Depois da histórica vitória em cima do Boca Juniors durante a semana, pela Libertadores, o time "troca o chip" para o Brasileiro contra um adversário que tem sido uma pedra no sapato.

Nas últimas cinco partidas pelo torneio, os paulistas ganharam apenas uma vez, quando confirmaram o título do Nacional de 2016. Além disso, empataram uma e perderam outras três, com direito a uma goleada de 5 a 1, em 2015.

Ao todo, são 11 jogos, com cinco vitórias para os catarinenses, três empates e apenas três triunfos para os palmeirenses.

Curiosamente, no ano passado, o Palmeiras também entrou em campo com uma equipe alternativa, fato que deve se repetir, mas com menos intensidade. Roger deu o alerta sobre possíveis atletas poupados, mas descartou uma mudança brusca da base de sua equipe.

A lição de 2017 ficou marcada no Alviverde. A palavra de ordem é não deixar o líder se distanciar no Brasileiro para não transformar a busca pelo decacampeonato em uma missão impossível. Até por isso, o discurso de todos imediatamente após a vitória em Buenos Aires foi de "ainda não ganhamos nada".

Um eventual triunfo dentro de casa pode fazer o Palmeiras sair de uma fase de protestos e críticas para a liderança absoluta no Nacional (dependendo da combinação de resultados) e dar ânimo extra para o duelo contra o Alianza Lima, na próxima quinta-feira, no qual o time buscará o primeiro lugar e vaga garantida de forma antecipada na Libertadores.

"Saio pouco na rua, mas quando encontro torcedor o primeiro pedido é de ganhar o próximo jogo. Me diz um que posso perder para poder descansar. Torcedor fica feliz quando se ganha sempre. Mas os próximos jogos até a parada da Copa são seguidos, com acúmulo de viagens, desgaste físico", afirmou o treinador.

A Chapecoense, por sua vez, precisa da vitória fora de casa a qualquer custo para tentar reagir no Brasileiro. Em duas partidas, o time de Santa Catarina tem uma derrota e um empate, com seis gols tomados e apenas dois marcados.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X CHAPECOENSE


Data: 29 de abril de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto – MG (CBF)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira – MG (CBF) e Ricardo Junio de Souza – MG (CBF)

PALMEIRAS: Jailson; Mayke, Edu Dracena, Antônio Carlos e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima; Keno, Dudu e Willian
Técnico: Roger Machado

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos, Márcio Araújo e Canteros; Arthur Caike e Wellington Paulista
Técnico: Gilson Kleina

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos