Rafael brilha em seu 100º jogo e evita terceira derrota do Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

Se os reservas do Cruzeiro saíram do Beira-Rio com o empate por 0 a 0 contra o Internacional, todos eles devem muito ao goleiro Rafael. Suplente do incontestável Fábio, o camisa 12 fez ótimas defesas e foi diretamente responsável pelo ponto fora de casa. Para completar a noite praticamente perfeita abaixo das traves, o jogador de 28 anos completou neste domingo seu 100º jogo com a única camisa que vestiu como profissional.

"Fiquei muito feliz. Todo goleiro sai de campo feliz quando não toma gols. Então eu tive a oportunidade de jogar pela 100ª vez, são poucas pessoas que conseguem chegar nesse número. Eu que sou da base, tenho 16 anos de clube, espero alcançar marcas ainda maiores e conseguir conquistar mais coisas pelo Cruzeiro", comentou o goleiro, em entrevista ao canal Premiere.

Ao todo, o Inter chutou por 22 vezes na partida, sendo seis delas em direção ao gol e todas bem defendidas pelo goleiro do Cruzeiro. As maiores defesas saíram nas finalizações de Patrick, D'Alessandro e Lucca, todas no segundo tempo.

O goleiro do Cruzeiro só deu uma bobeada em toda a partida que quase custou o gol do Inter. Ainda no primeiro tempo, Bruno Silva recuou a bola e Rafael acabou pegando com as mãos, obrigando o árbitro a marcar cobrança de dois toques dentro da área celeste. No decorrer do lance, Fabiano chutou forte e a bola passou bem próximo da trave. Dono do jogo na etapa final, Rafael não conseguiu alcançar um foguete mandado por Lucca, mas contou com a sorte do travessão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos