Lesão de Fagner abre espaço para "prova de fogo" de jovem no Corinthians

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Mantuan será o lateral direito de Carille nos próximos jogos

    Mantuan será o lateral direito de Carille nos próximos jogos

Mantuan tem vivido um ano de altos e baixos, típico de jovens que começam a ser mais bem aproveitados nos elencos principais dos clubes grandes. Nos próximos jogos, porém, o lateral direito de 20 anos deve receber uma sequência que pode fazê-lo tanto cair nas graças como virar alvo da torcida do Corinthians.

O jogador vai herdar a posição de Fagner, que sentiu contusão muscular na coxa e deixou a partida deste domingo contra o Atlético-MG logo aos 9 minutos do primeiro tempo. O lateral titular ainda será submetido a exames para saber a gravidade do problema, mas o próprio técnico Fábio Carille, em entrevista coletiva no Independência, admitiu que deve perdê-lo "por alguns jogos".

Resta saber como Mantuan vai agarrar a oportunidade. Depois de estrear no time principal na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, contra o Sport, o lateral (que, diga-se, foi campeão da Copinha e promovido aos profissionais atuando como volante), teve grandes atuações, como na estreia como titular na partida contra o Botafogo de Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista, mas também cometeu falhas. 

Destas, a mais marcante foi no jogo de ida da semifinal contra o São Paulo, no Morumbi, também pelo Paulistão. Substituindo Fagner, que estava servindo a seleção brasileira, Mantuan tentou afastar a bola, mas carimbou Tréllez, que avançou em velocidade e chutou para defesa de Cássio. Na sobra, Nenê fez o único gol do jogo. Reveja o lance aqui.

Neste domingo, no Independência, Mantuan esteve envolvido em dois lances capitais. No primeiro tempo, vacilou na marcação de Ricardo Oliveira, que acertou a trave. Na sobra, Roger Guedes marcou, mas a arbitragem alegou toque de mão do experiente centroavante e invalidou o lance. Já aos 41 da etapa final, ele perdeu disputa com o mesmo Roger Guedes, que marcou de peito e definiu o 1 a 0. Embora muitos corintianos tenham considerado o lance faltoso, torcedores nas redes sociais – inclusive no Instagram do próprio jogador – não perdoaram o que consideraram um erro do jovem por não perceber a proximidade do atacante atleticano.

No que depender das declarações de Carille, porém, o saldo de Mantuan segue positivo. Questionado se poderia escolher improvisar o volante Paulo Roberto no setor na ausência de Fagner, o treinador enfatizou que "Mantuan é o substituto natural" do camisa 23 alvinegro.

"Ele tem que jogar, se não nunca vamos criar o jogador. Vão existir erros, neste gol nem sei se foi falta ou não, mas vão existir. Teve aquele contra o São Paulo (na ida da semifinal do Paulistão), mas depois ele entrou no jogo de volta porque o Fagner saiu cansado por ter voltado da seleção. Se queremos trabalhar com formação, temos que lidar com isso", afirmou Carille.

O primeiro teste de Mantuan para mostrar para o técnico – e para a torcida – que é realmente ele quem merece ficar com a lateral direita já será duro. Nesta quarta-feira (2), o Corinthians encara o argentino Independiente em Itaquera pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos