Vasco vira contra o América-MG, goleia em casa e alivia pressão da torcida

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Vasco reencontrou sua torcida, neste sábado (5), dias depois da eliminação em casa na fase de grupos da Libertadores, o que causou uma crise no clube. Em um São Januário com 3.311 torcedores, a equipe saiu atrás contra o América-MG, mas brilhou na etapa final e virou o jogo para ficar com a vitória por goleada dentro de casa: 4 a 1 em duelo da 4ª rodada do Campeonato Brasileiro - Rafael Moura fez o gol dos mineiros, enquanto Bruno Cosendey, Caio Monteiro, Andrés Ríos e Kelvin viraram para os cariocas.

A vitória leva o time alvinegro aos sete pontos, na segunda posição até o momento, enquanto o América-MG vem logo atrás com seis pontos ganhos, na quinta colocação.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira na ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Vasco visita o Bahia, enquanto o América-MG joga em casa contra o Palmeiras. Já pela 5ª rodada do Brasileiro, os cariocas recebem o Vitória em São Januário no domingo (13), um dia antes de Ceará x América-MG.

A torcida que compareceu a São Januário não causou problemas, e tudo correu tranquilo durante o jogo, sem nenhuma briga nas arquibancadas ou protestos. O clima foi bem diferente do visto nos últimos dias. A situação se agravou depois de brigas nas arquibancadas no jogo da última quarta-feira contra o Cruzeiro e também por conta da invasão de organizadas ao treino de sexta-feira. Em ambos os episódios, dois seguranças sacaram armas de fogo.

Quem foi bem: Caio Monteiro e Bruno Cosendey

Os dois jogadores formados nas categorias de base do clube fizeram uma grande dupla na partida deste sábado, principalmente no segundo tempo. Primeiro, Caio fez bela jogada pela esquerda e deu assistência para o gol de empate do Vasco, marcado por Cosendey. Pouco depois, o camisa 32 retribuiu o favor e tocou de cabeça para o número 19 virar o jogo em São Januário. O curioso foi que ambas as jogadas começaram após lançamentos certeiros de Paulão.

Quem foi mal: zaga do América-MG

A defesa do América-MG sofreu praticamente o jogo todo. Do começo do primeiro tempo até parte da etapa final, a grande maioria das jogadas do Vasco foi pelo lado direito do ataque, com Rafael Galhardo. Porém, os dois primeiros gols dos cariocas saíram pela esquerda. Principalmente no gol da virada, a dupla de zaga formada por Rafael Lima e Messias parou na jogada e ficou só olhando Caio Monteiro receber livre dentro da área e balançar as redes.

Thiago Galhardo comete pênalti e sai machucado

Aos 28 minutos do primeiro tempo, Thiago Galhardo foi dividir a bola com Norberto, mas acertou um chute nas pernas do jogador do América-MG e cometeu pênalti. Por conta do choque, o vascaíno precisou ser atendido, até retornou ao campo e levou cartão amarelo, mas foi substituído por Bruno Cosendey. Rafael Moura foi para a cobrança, deslocou Martín Silva e abriu o placar em São Januário.

Vasco domina no 1º tempo, mas sai atrás

Thiago Ribeiro/AGIF
Vasco atacou mais que o América-MG, mas saiu atrás do placar

O lance do gol foi praticamente tudo o que o América-MG fez no jogo. De resto, só o Vasco atacou. Depois de sair atrás do placar, os donos da casa pressionaram mais no campo adversário e tiveram grande chance aos 44 da primeira etapa. Wellington chutou para defesa de João Ricardo. No rebote, Andrés Ríos, em posição legal, dividiu com o goleiro, mas a arbitragem marcou impedimento.

Pressão dá certo, e Vasco vira

Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Bruno Cosendey fez um gol e deu uma assistência depois de sair do banco

Em apenas três minutos, o time alvinegro já havia criado três chances de empatar o jogo no segundo tempo. Primeiro, Ríos acertou a trave após cruzamento da direita. Depois, Werley fez João Ricardo trabalhar, enquanto Caio Monteiro recebeu pela direita e mandou para fora. De tanto pressionar, o Vasco foi premiado com o empate. Aos 11 minutos, o mesmo Caio Monteiro recebeu lançamento pela esquerda, fez boa jogada e cruzou no segundo pau para Bruno Cosendey completar para o gol. Pouco depois, os dois inverteram os papéis aos 17 minutos: passe de Cosendey e gol de Caio Monteiro.

Kelvin 'rabisca' para cima do América-MG

Para ficar mais tranquilo no placar, o Vasco marcou o terceiro aos 35 minutos. Kelvin, que entrou no lugar de Caio Monteiro, rabiscou para cima da defesa do América-MG pela direita e tocou para a chegada de Andrés Ríos, que, livre de marcação, bateu rasteiro e deixou o dele na partida. Já nos acréscimos, o atacante fez de cobertura após cabeçada na saída de João Ricardo e encerrou a festa em São Januário.

Wagner retorna

Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Wagner voltou ao time do Vasco neste sábado

O meia Wagner, que desfalcou o Vasco contra o Cruzeiro por estar gripado, retornou à equipe e começou no banco de reservas. O meia entrou no lugar de Rafael Galhardo aos 20 do segundo tempo e logo recebeu um cartão amarelo por reclamação. 

Zé Ricardo brilha com alterações

Thiago Ribeiro/AGIF
Zé Ricardo acertou nas substituições no time do Vasco

O técnico vascaíno promoveu algumas mudanças no time titular, mas foi obrigado a trocar o lesionado Thiago Galhardo por Bruno Cosendey ainda na etapa inicial. O resultado deu muito certo. Afinal, o escolhido do técnico brilhou na etapa final com um gol e uma assistência que garantiram a virada dos donos da casa. Outra troca certeira foi a entrada de Kelvin, que participou do terceiro e quarto gols e foi fundamental na reta final do jogo.

VASCO 4 X 1 AMÉRICA-MG

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza – SP
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro - SP e Tatiane  Sacilotti dos Santos Camargo - SP
Público: 3.311 pagantes/3.683 presentes
Renda: R$ 91.950,00
Gols: Rafael Moura aos 30 minutos do primeiro tempo; Bruno Cosendey aos 11, Caio Monteiro aos 17, Andrés Ríos aos 33 e Kelvin aos 46 minutos do segundo tempo. 

Vasco
Martín Silva, Rafael Galhardo (Wagner), Paulão, Werley e Henrique; Desábato, Wellington e Thiago Galhardo (Bruno Cosendey); Yago  Pikachu, Caio Monteiro (Kelvin) e Andrés Rios.
Técnico: Zé Ricardo

América-MG
João Ricardo; Norberto, Rafael Lima, Messias e Carlinhos; Juninho, Wesley, Serginho (Judivan) e Marquinhos (Capixaba); Aylon e Rafael Moura (Ruy).
Técnico: Enderson Moreira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos