Sport vence Bahia por 2 a 0 na Ilha em jogo de erros, choques e faltas

Do UOL, em São Paulo

Com apenas um minuto de partida, o goleiro Douglas, do Bahia, chocou-se com Rogério, do Sport, e caiu no chão. O lance que iniciou o duelo entre as equipes, neste domingo (6), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, foi também o que resumiu o jogo.

A Ilha do Retiro, em Recife, foi palco de um festival de erros, trombadas e faltas, com vitória de 2 a 0 do Sport sobre o Bahia. O placar, aliás, abriu após uma falha do arqueiro do time tricolor, que vinha bem até colocar com a mão a bola contra a própria meta.

O time pernambucano, que conseguiu sua segunda vitória e a primeira em casa em quatro rodadas até aqui no Brasileiro, volta a campo só daqui a uma semana, no próximo domingo (13), quando visita o Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Já o Bahia tem compromisso na quarta-feira (9), contra o Vasco, em casa, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. No Nacional, a equipe de Salvador recebe o São Paulo na Fonte Nova, também no domingo seguinte.

Foi bem: Marlone

O camisa 10 do Sport participou das principais chances do Sport. Foi dos pés dele que saiu o cruzamento, que após um bate e rebate da bola, terminou com um gol contra do goleiro Douglas. Na saída do intervalo, ele comentou sobre o lance: "Importante é que balançou. Isso é que vale." Cobrador das bolas paradas da equipe, Marlone ainda quase marcou de falta e cobrou o escanteio em que Cláudio Winck pegou a sobra e ampliou o placar no início do segundo tempo.

Foi mal: Douglas

Meio sem jeito, o goleiro tentou explicar o que aconteceu, depois que marcou contra a própria meta: "O lance foi muito rápido. O [zagueiro] Everson tentou tirar, não pegou em cheio, e bola bateu na trave. Eu nem vi. Ela estava muito atrás e acabou batendo na minha mãe e entrando." Acontece, Douglas… Você estava bem no jogo, mas o erro custou caro. Quando o goleiro falha, ninguém esquece. Derrota para o Bahia fora de casa.

Ítalo entra, fica pouco e é expulso

O estreante deste domingo teve uma noite para esquecer. Contratado pelo Bahia, depois de fazer um bom Campeonato Paulista pelo Bragantino, ele entrou no segundo tempo, quase não apareceu em campo até fazer uma falta e levar amarelo. Minutos depois, cometeu outra e recebeu o segundo cartão. Expulso e de volta para o chuveiro mais cedo.

Furos, trombadas e faltas em Recife

A trombada do goleiro Douglas com Rogério no início do jogo foi apenas o primeiro lance de uma série de choques, divididas e faltas do duelo deste domingo. A partida teve um jogador expulso, outros amarelados e uma série de pequenas faltas assinaladas pelo árbitro Grazianni Maciel Rocha, que pegou leve e tentou, dentro do possível, deixar o jogo correr.

Bahia sente ausências, não cria e bate

A equipe de Salvador sentiu a falta de quatro desfalques, Douglas Grolli, Marco Antônio, Tiago e Rodrigo Becão, e não apresentou bom futebol. Criou poucas chances de gol e quase não levou perigo contra as redes do goleiro Mailson. Com frequência, ou o time interrompia o jogo com pequenas faltas ou provocava choques, trombadas ou divididas que não acrescentavam em nada que fosse à comicidade da partida.

Sport vai bem nas faltas e cruzamentos

O time da Ilha do Retiro abriu e ampliou o placar com duas bolas alçadas na área, em dois cruzamentos oriundos de Marlone. Aproveitou, ainda, que o Bahia. No segundo gol, o meia bateu o escanteio, que terminou em gol de Cláudio Winck. A equipe pernambucana mostrou que está afiada nos quesitos bolas paradas e aéreas.

Guto lento; Claudinei observador

Mesmo sem o Bahia criar chances, tendo dificuldades na partida, ao não conseguir manter a bola e sair distribuindo pontapés, o técnico Guto Ferreira demorou demais para mexer na equipe. Saiu para o intervalo perdendo por 1 a 0 e esperou o Sport fazer o segundo para promover as trocas. Fez duas substituições de uma vez. Não surtiram resultado…

Comandando o Sport pela primeira partida no ano, Claudinei Oliveira apenas observou a atuação da equipe. Viu um time que não fez uma partida brilhante, mas soube aproveitar a vantagem de jogar e dominar bem os fundamentos de bola parada.


SPORT 2 x 0 BAHIA
Campeonato Brasileiro - 4ª Rodada

Ficha Técnica

Data: 06/05/2018
Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Público: 15.166 torcedores
Hora: 19h00 (de Brasília)
Gols: Douglas (para o Sport, contra), aos 44 min do 1ºT; e Cládio Winck (Sport), aos 5min do 2º T
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Auxiliares: João Luiz Coelho de Albuquerque, Rodrigo Henrique Correa
Cartões amarelos: Ítalo (Bahia), Sander (Sport)
Cartões vermelhos Ítalo (Bahia)
Sport: Mailson; Cláudio Winck (Fabrício), R. Alves, Ernando, Sander; Anselmo, Neto Moura (Everton Felipe), Fellipe Bastos; Gabriel, Marlone e Rogério (Carlos Henrique). Treinador: Claudinei Oliveira
Bahia: Douglas; Nino, Everson, Lucas Fonseca, Léo Pelé; Gregore, Elton, Vinicius (Regis), Zé Rafael (Ítalo), Élber; e Edigar Junio (Júnior Brunado). Treinador: Guto Ferreira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos