Barbieri reclama de arbitragem, mas diz que Chape mereceu vencer Flamengo

Do UOL, em São Paulo

O técnico Mauricio Barbieri afirmou que a derrota do Flamengo para a Chapecoense, neste domingo (13), teve influência da arbitragem. O time rubro-negro perdeu por 3 a 2, na Arena Índio Condá, após empatar duas vezes a partida.

O segundo gol dos anfitriões foi marcado em um pênalti polêmico sinalizado pelo juiz Leandro Pedro Vuaden. Guilherme foi para a cobrança e converteu para os catarinenses na partida, válida pela quinta rodada do Brasileiro.

"Estávamos melhor no jogo no momento em que aconteceu esse lance polêmico. Estávamos mais perto de virar o jogo do que a Chape vencer, mas eles venceram", declarou o técnico. A Chapecoense marcou o terceiro somente nos acréscimos.

Ao fazer sua queixa, durante a entrevista coletiva no final do jogo, Barbieri também disse que, caso o Nacional tivesse adotado o sistema do árbitro de vídeo, a marcação da penalidade não teria acontecido.

"Foi a segunda vez, no Campeonato Brasileiro, em que o Flamengo é prejudicado pela arbitragem. A outra vez foi contra o Vitória", declarou Barbieri, referindo-se à expulsão errada de Everton Ribeiro no empate em 2 a 2 contra os baianos. Na ocasião, o jogador foi atingido na cabeça em um chute do jogador rival. O árbitro entendeu que a bola bateu na mão do flamenguista, marcou pênalti e ainda expulsou Everton Ribeiro.

Apesar das polêmicas, o flamenguista também falou que a Chapecoense fez um bom jogo neste domingo. "A gente sabe que é complicado jogar aqui [na Arena Condá]. Enfim, a Chape não tem nada a ver com a arbitragem, marcou [seus gols] e mereceu vencer", concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos