Santos tem atuação segura, faz 3 a 1 no Paraná e ganha alívio no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

Com uma atuação segura diante de sua torcida, o Santos venceu o Paraná por 3 a 1, neste domingo (13). A equipe não criou muitas chances de gol, mas soube aproveitar as oportunidades na Vila Belmiro, no duelo pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Contou com Gabriel e seus jogadores da base para construir a vitória.

O próximo compromisso do Santos é na quarta-feira (16), quando visita o Luverdense, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, pela partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. A equipe alvinegra venceu o primeiro confronto com folga, por 5 a 1. Pelo Brasileiro, o Peixe tem clássico contra o São Paulo, no Morumbi, no próximo domingo (20).

O Paraná, por sua vez, só volta a campo pela sexta rodada do Nacional, daqui a uma semana, para receber o Grêmio, às 16h (horário de Brasília), em Curitiba.

Gabigol: ator ruim, bom jogador

O Santos vencia a partida e se aproveitava da vantagem para ter mais volume de jogo. Após lançamento na área, Gabigol tentou a malandragem para cavar pênalti, em uma encenação para lá de bizarra, e garantir o segundo. Cometeu falta por simulação e levou o amarelo.

Mas, se Gabriel não convenceu como ator, ele respondeu da melhor forma com os pés. Fez dois gols na partida e comandou o ataque santista na vitória em casa.

Foi mal: Jean Mota

Sem criatividade e bloqueado pela marcação do Paraná, o jogador não conseguiu organizar o meio de campo santista e passou a maior parte do confronto apagado. No primeiro tempo, mal parecia estar em campo. No segundo, cumpriu presença. E só.

Rodrygo revelação

Revelado pelas categorias de base do Peixe, Rodrygo, 17, marcou seu primeiro gol na Vila Belmiro. O jovem atacante teve poucas chances na partida. Mas sempre que recebeu passes levou perigo contra os paranaenses. No segundo tempo, na primeira boa oportunidade do Santos, ele aproveitou erro da defesa adversária para abrir o placar

O atacante foi substituído no segundo tempo para a entrada de outra promessa da base santistas, Arthur Gomes, que, assim que entrou, deu o passe para o segundo gol de Gabriel na partida.

Santos cria o suficiente

Apesar do placar clássico, com três gols, o Santos não criou lá muitas chances na partida. Soube, no entanto, aproveitar as oportunidades. A equipe teve um primeiro tempo apagado, com um só chute ao gol.

Paraná não assusta

Os visitantes foram melhores na etapa inicial. Bem postados na marcação, levaram perigo ao gol de Vanderlei com chutes de longa distância. Na volta do intervalo, parece que a pilha acabou. O Paraná pouco fez contra os três tentos santistas. Deixou, apenas, um gol de honra no fim do jogo.

Ventura se segura; Micale balança

Se Jair Ventura comandou uma campanha ruim para o Santos, até esta última rodada do Brasileiro, o bom resultado pode garantir um pouco de sossego ao técnico. Ele não começou a bem a partida, mas soube instruir a equipe para voltar do intervalo e fazer os gols que asseguram o início da recuperação do alvinegro no campeonato.

Micale, por sua vez, começou a partida melhor, com a proposta de marcar os santistas e manter a equipe bem fechada. Foi melhor no primeiro tempo, mas no segundo voltou para ver os santistas abrirem e ampliarem o placar. Comandante da equipe que está na lanterna do Nacional, o treinador medalha de ouro na Rio-2016 está ameaçado no cargo.

Lucas Veríssimo é 100

Vindo do elenco sub-20, o zagueiro é um dos meninos da Vila, no atual plantel da equipe, que mais vezes atuou pelo Santos. Ele completou a marca, neste domingo (13), de 100 jogos defendendo o clube. O feito foi lembrado nas redes sociais do time.


SANTOS 3 x 1 PARANÁ
Campeonato Brasileiro - 5ª Rodada

Ficha Técnica

Data: 13/05/2018
Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Público: 3.971 pessoas
Hora: 19h00 (de Brasília)
Gols: Rodrygo (Santos), aos 2 min do 2ºT; Gabriel (Santos), aos 13 min do 2ºT e aos 31 min do 2ºT; e Silvinho (Paraná), aos 47 min do 2ºT
Árbitro: Wagner Reway
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz e Alessandro Rocha Matos
Cartões amarelos: Torito (Paraná); Gabriel (Santos)
Cartões vermelhos: -

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo, Dodô; Alisson (Vecchio), Jean Mota, Victor Bueno (Diego Pituca); Gabriel, Sasha e Rodrygo (Arthur Gomes).
Treinador: Jair Ventura

Paraná: David; Alemão, Jesiel, Rayan, Igor (Júnior); Torito (Alex Santana), Wesley Dias, Caio Henrique; Léo Itaperuna (Vitor Feijão), Silvinho e Carlos.
Treinador: Rogério Micale.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos