Rossi quer deixar Gre-Nal para trás e diz que seca 'tira o sono' no Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/UOL

    Rossi tenta jogada em clássico contra o Grêmio no último sábado, na Arena

    Rossi tenta jogada em clássico contra o Grêmio no último sábado, na Arena

Rossi não quer mais saber do Gre-Nal. O atacante do Inter disse que o Colorado precisa deixar para trás o jogo do último sábado. Segundo ele, a falta de gols tem tirado o sono dos atletas vermelhos.

Questionado sobre a confusão no fim do jogo, o jogador não quis detalhar o ocorrido e referiu que é preciso 'virar a página'.

"É clássico né... Então sempre fica aquele nhém-nhém-nhém depois do jogo. Um fala uma coisa aqui, outro ali. Nós que somos jogadores temos que deixar ali, não pode trazer para fora. O clássico já passou, estamos pensando na Chapecoense. Já fechamos ali dentro (do vestiário) e temos que deixar o Gre-Nal para trás, pensaremos no Grêmio só no returno, será em casa e muito diferente", explicou.

Sobre as declarações polêmicas de Renato Gaúcho depois da partida, que se referiu ao Inter como 'um time de Série B' e 'time pequeno', Rossi preferiu não responder. "Entrou por uma orelha e saiu pela outra", disse.

Seca de gols causa insônia

Sem marcar há cinco jogos, o Internacional está causando insônia ao jogador. Rossi disse que os problemas de ataque tiram o sono do time.

"Tira o sono, nós que temos que fazer os gols... Temos que trabalhar forte para a bola entrar e somarmos os pontos. Todos estão engastados, tenho certeza que vai sair", afirmou. "Estou sonhando com gol, comemoração, tudo. Espero que possa fazer já", acrescentou.

O Inter encara a Chapecoense na próxima segunda-feira, no Beira-Rio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos