Carille evita falar em despedida: "Não recebi proposta de ninguém"

Do UOL, em Santos (SP)

  • Paulo Paiva/Agif

    Fabio Carille no banco de reservas do Corinthians antes do jogo contra o Sport

    Fabio Carille no banco de reservas do Corinthians antes do jogo contra o Sport

No que depender das palavras de Fábio Carille antes do jogo contra o Sport, neste domingo (20), o Corinthians continuará com seu técnico no comando. Segundos antes de a bolar rolar na Arena Pernambuco, o treinador evitou falar em despedida e garantiu não ter recebido nenhuma proposta da Arábia.

"Não pode ser despedida. Muita coisa se falou, não recebi proposta oficial de ninguém. Se fala demais, essa é a verdade", disse em entrevista ao Canal Premiere.

Durante a semana, Fábio Carille foi apontado como provável novo técnico do Al-Hilal, que estaria disposto a pagar um salário milionário para tirar o treinador campeão brasileiro e estadual do Corinthians. O técnico já ouviu a proposta verbal do mundo árabe, mas ainda aguarda que ela seja oficializada por escrito.

Segundo apurou o UOL Esporte, o valor da proposta do mundo árabe a Fábio Carille gira em torno de 3,5 milhões de dólares (R$ 12,95 milhões) por ano, livre de impostos. O valor mensal seria de R$ 1,07 milhão, cerca de três vezes mais que os vencimentos no Corinthians.

O clube de Parque São Jorge aguarda pela proposta oficial e vê risco alto de Carille deixar o comando da equipe por causa também do tempo de contrato, que é maior que o assinado pelo treinador em setembro passado. À época, ele renovou o vínculo com o clube paulista até o fim de 2019.

Em meio às conversas, Carille avisou que a única chance de deixar o Corinthians antes do próximo jogo da Libertadores seria conseguir a vaga antecipada. Sem este empecilho, estipulou um novo prazo para reabrir as tratativas: justamente depois do jogo contra o Sport, quando o assunto deve voltar à tona. O estafe do treinador e os intermediários do negócio ainda trabalham com a informação de que Jorge Jesus, treinador do Sporting, é visto como alternativa no Hilal.

Carille virou treinador do Corinthians em dezembro de 2016, depois da demissão de Oswaldo de Oliveira. O ex-auxiliar era a quarta opção do clube comandado por Roberto de Andrade, que é do mesmo grupo político de Andrés. O treinador surpreendeu ao conquistar dois títulos no primeiro ano e repetiu a dose ao erguer a taça do último Campeonato Paulista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos