Mesmo sem efetivação, Thiago Larghi já planeja 2º semestre do Atlético-MG

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Thiago Larghi ainda não foi efetivado, mas trabalho já é pensando nas semanas seguintes

    Thiago Larghi ainda não foi efetivado, mas trabalho já é pensando nas semanas seguintes

Já são quase 30 jogos no comando do time, mas Thiago Larghi segue como treinador interino do Atlético-MG, situação que vai permanecer sem mudanças até a Copa do Mundo. O presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, já anunciou que vai aproveitar a parada no Campeonato Brasileiro para tomar uma decisão sobre o técnico do Galo, efetivando Larghi ou trazendo um novo profissional.

Enquanto a direção pensa sobre o assunto, Thiago Larghi segue seu trabalho como treinador do Atlético. Com uma visão macro do futebol, o treinador interino do Galo não tem o pensamento voltado apenas para o jogo seguinte, que neste caso é com o Flamengo, pela 7ª rodada do Brasileirão, neste sábado, às 21h, no Independência. O treinador também já planejou os passos seguintes da equipe, incluindo o que será feito durante e depois da Copa do Mundo.

Inicialmente, o planejamento traçado por Thiago Larghi consiste em aumentar a variação de jogo do Atlético. O Brasileirão vai ficar parado por pouco mais de 30 dias, como os jogadores vão ter algum tempo de folga, o técnico do Galo vai ter praticamente três semanas para implantar novos modelos ao time alvinegro.

"Vamos até poder propor uma coisa diferente, sobre o sistema de jogo. Vai ter tempo para treinar alguma variação maior em relação ao que estamos fazendo", comentou Thiago Larghi, que no segundo semestre vai ter muito mais dias de treinos do que vários concorrentes na Série A do Brasileirão.

Como o Galo foi desclassificado na Copa Sul-Americana, pelo San Lorenzo, e na Copa do Brasil, pela Chapecoense, o calendário alvinegro não vai ser tão apertado. Enquanto as demais equipes vão se dividir em outras frentes, o foco atleticano vai ser exclusivo no Brasileirão. Os fracassos no primeiro semestre premiam o Atlético com bastante tempo para treinar.

Após a Copa do Mundo serão disputadas 26 rodadas do Brasileiro e em 14 delas o técnico do Atlético vai ter uma semana de intervalo entre um jogo e outro. Algo que não vai acontecer com Grêmio, Palmeiras, Corinthians, Flamengo e Santos, por exemplo. Todas essas equipes seguem em outras duas competições, Copa do Brasil e Copa Libertadores, o que significa pelo menos quatro semanas cheias a menos do que o Atlético.

Com tudo planejado para aproveitar e bem o tempo que vai sobrar a partir da Copa do Mundo, o foco do Galo agora é nos seis jogos para disputar até o Brasileirão parar. A meta do clube é ficar entre os três primeiros colocados até o Mundial da Rússia. Neste momento o Galo é o líder e tem com uma tabela bastante favorável para atingir a meta estipulada, já que cinco das seis partidas vão ser disputadas em Belo Horizonte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos