Protesto de caminhoneiros para Douglas e muda rotina de treino do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Douglas foi parado por protestantes nas proximidades do CT Luiz Carvalho, do Grêmio

    Douglas foi parado por protestantes nas proximidades do CT Luiz Carvalho, do Grêmio

O protesto de caminhoneiros contra a alta de combustíveis mudou a rotina do treinamento do Grêmio na manhã desta quarta-feira. Postados em frente ao CT, por ser na via ao lado da BR-290, os manifestantes pararam vários veículos do clube,que posteriormente passaram. Entre eles o carro do meia Douglas.

Justifica-se pelo tamanho do veículo. A caminhonete do camisa 10, afastado do time há mais de um ano por lesão, é praticamente um caminhão. E movido a diesel. Mas quando os caminhoneiros viram que se tratava do atleta, liberaram de pronto a passagem.

Foi o mesmo que houve com ônibus de equipamentos e demais materiais do clube, ou mesmo carros de jogadores. A fila de caminhões estava parada em frente ao CT Luiz Carvalho na Avenida João Moreira Maciel.

Em Porto Alegre, a crise da falta de combustível causada pelo bloqueio das estradas e paralisação dos caminhoneiros é grave. Praticamente todos os postos de gasolina da capital gaúcha estão fechados, sem abastecimento de qualquer combustível.

O Grêmio, porém, fugiu que qualquer percalço ao conseguir embarcar para Fortaleza no início da tarde. Para evitar qualquer problema, ou mesmo desgaste do elenco, o voo de volta foi fretado. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos