F. Diniz fala em depressão no Atlético-PR, mas vê retomada após empate

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Miguel Locatelli/Clube Atlético Paranaense

    Diniz falou do estado de espírito do elenco, mas viu evolução contra o Paraná

    Diniz falou do estado de espírito do elenco, mas viu evolução contra o Paraná

O empate em 0 a 0 com o Paraná Clube encerrou uma sequência de derrotas do Atlético Paranaense, que perdeu cinco vezes seguidas. Mas ainda não interrompeu o jejum que vem desde a primeira rodada do Brasileirão, quando o time fez 5 a 1 na Chapecoense. Ainda assim, o técnico Fernando Diniz viu evolução na equipe. E também assumiu que o ambiente esteve difícil pela série negativa.

"O nosso momento também não é dos melhores, tem uma depressão em relação à confiança do time, que ela vai retomando aos poucos. Hoje foi um dia para ir retomando aos pouquinhos. Mas o resultado do jogo foi justo, o 0 a 0", comentou em entrevista coletiva, para também analisar a atuação do adversário: "O Paraná marcou, como marcou o Grêmio, não foi um time pequeno. Marcou a estratégia de jogo. Mas eu fiquei feliz com o comportamento do time. A equipe não seguiu a queda, ela começou a evoluir."

Diniz também contestou a avaliação da série sem vitórias, que inclui jogos pela Copa do Brasil e Copa Sul-Americana. "Tem resultados aí que o que contava é o agregado. Empatar com o São Paulo no Morumbi é a mesma coisa que vencer. O que mais preocupa nesse momento é a situação no Campeonato Brasileiro", comentou, lembrando o 2 a 2 que classificou o time na copa nacional, situação similar à da derrota por 2 a 1 para o Newell's Old Boys na Sul-Americana.

O técnico ainda fez questão de dizer que avaliou como positiva apenas a atuação da equipe, não o placar: "Não é que eu estou contente que a gente empatou em 0 a 0 com o Paraná. Tô contente que o time jogou de uma forma mais coesa. No segundo tempo a gente esteve mais perto de fazer o gol do que de tomar. O torcedor sempre está certo, no sentido de cobrar. Ele quer ver o seu time vencer. A razão de ser do futebol, pra mim, tem dois atores que são os mais importantes: o jogador e o torcedor. O torcedor está lá para torcer e a gente tem que entregar melhores resultados para a torcida do Atlético."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos