São Paulo pode ser líder do Brasileirão pela primeira vez em três anos

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

Ao vencer o América-MG por 3 a 1 no último domingo, o São Paulo não apenas entrou no G4 do Campeonato Brasileiro ou encerrou tabu de vitórias fora de casa sob o comando de Diego Aguirre. O triunfo aproximou o time da liderança da Série A. Pela primeira vez depois de três anos, o clube pode sonhar em atingir o ponto mais alto do campeonato. Isso não ocorre desde a sétima rodada da edição de 2015 do torneio nacional.

O próximo compromisso dos são-paulinos nesta temporada está marcado para as 21h de quarta-feira, no Morumbi. O Botafogo será o rival pela oitava rodada do Brasileirão. O foco é permanecer no G4, mas a chance de assumir a ponta faz time e torcida sonharem. 

Para o Tricolor se tornar líder no meio da semana, Flamengo, Fluminense e Atlético-MG precisam ao menos empatar. Eles enfrentam, respectivamente, Bahia, Grêmio e Sport, sendo que apenas os flamenguistas jogarão em casa. 

"Temos que manter os pés no chão, mas estamos nos entrosando e confiamos no elenco que temos para conquistar coisas importantes. Estamos nos doando ao máximo, com uma união do elenco. Pelos resultados, podemos ser um dos times mais consistentes da competição, mas ainda é passo a passo", alertou o meia Nenê, destaque contra o América-MG no último domingo.

Uma vitória sobre o Botafogo na quarta resultará ainda na segunda maior série de triunfos do Tricolor na temporada. A maior sequência do ano foi com Dorival Júnior, entre janeiro e fevereiro, com jogos do Paulistão e da Copa do Brasil.

Não perder também ampliará a sequência invicta do time para dez partidas. Se a invencibilidade for esticada por mais um duelo - o clube é o único que não perdeu no Brasileirão -, o Tricolor terá sua maior série sem derrotas em seis anos. A última foi para o Atlético-PR, por 2 a 1, na quarta fase da Copa do Brasil.

Em 2012, com Emerson Leão como treinador, a equipe acumulou 14 jogos sem perder, entre Campeonato Paulista e Copa do Brasil. O período inclui ainda o recorde de vitórias consecutivas da história do clube: foram 11 triunfos seguidos, igualando as temporadas de 1943 e 1982. Desde então, as invencibilidades mais duradouras foram de dez confrontos - em 2013, com Muricy Ramalho, e na virada de 2012 para 2013, com Ney Franco. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos